domingo, 29 de janeiro de 2012

Os Lavradores Maus

Os Lavradores Maus
Mensagem do dia 22/01/2012 (Domingo/Noite) 
Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão

Texto: Mateus 21.33-45

INTRODUÇÃO
Jesus estava claramente fazendo uma alusão a essa passagem do AT (IS 5.2), que seria familiar aos líderes judaicos. A “vinha” é uma representação comum da nação judaica na Escritura. Aqui o dono das terras, representado por Deus, desenvolveu a vinha com muito cuidado e então a entregou aos lavradores, uma representação dos líderes judaicos. Aplicando para nós – Deus nos deu uma missão: Dar frutos para o Reino.

  • Que tipo de atitudes estamos tendo diante desta tão grande missão?
  • E o que pode fazer uma pessoa não dar frutos do Reino de Deus?

Salmo 126

Salmo 126
Um louvor pelo retorno do cativeiro
Mensagem do dia 27/11/2011 (Domingo/Manhã) 
greja Batista Aeroporto de Campo Mourão

“... Grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres” (Salmo 126.3)

Você está feliz? A grande verdade é que nem sempre estamos felizes, mas farei outra pergunta: Você tem motivos para estar feliz? Sim eu tenho! Pensei no Salmo 126 para expressar minha alegria. Este é um salmo de alegria e de pedido de colheita abençoada. O Salmo celebra a bênção do Deus libertador (v 3) e pede a bênção do Deus preservador (v.4) “Restaura, SENHOR, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe”. O povo tinha voltado do cativeiro: “Quando o SENHOR Deus nos trouxe de volta para Jerusalém, parecia que estávamos sonhando” (v.1). O ponto central é este: voltaram para casa depois de 70 anos. Que alegria! “Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; então, entre as nações se dizia: Grandes coisas o SENHOR tem feito por eles. Com efeito, grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres” (vv. 2-3).

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Elias: Oração Eficaz - 03

Elias: Oração Eficaz - 03
Mensagem do dia 02/11/2011 (quarta-feira) 
Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão

Série: Orações na Bíblia-05
Texto Base: 1Reis 16.29 - 19.21; Tiago 5.17-18

II. PELA PERSISTÊNCIA.

Tiago 5.17b-18: Elias ... orou com instância (insistência, perseverança), para que não chovesse sobre a terra, e, por três anos e seis meses, não choveu.  18 E orou, de novo, e o céu deu chuva, e a terra fez germinar seus frutos”.

Nós não sabemos exatamente, quantas vezes Elias orou para que acontecesse seca ou chuva, contudo, temos a certeza de que suas orações eram um bater contínuo nas janelas dos céus para que Deus fizesse valer a Sua Palavra diante do estado de desprezo e rebelião de Israel. Sua atitude foi semelhante à atitude da mulher da parábola dita por Jesus sobre o dever de orar sempre e nunca desanimar (Lucas 18.1-8; 1Rs 18.41-46). Com isso nós aprendemos que a persistência na oração move o coração de Deus (Lc 18.7)

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Elias: Oração Eficaz - 02

Elias: Oração Eficaz - 02
Mensagem do dia 19/10/2011 (quarta-feira) 
Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão

Série: Orações na Bíblia-05
Texto Base: 1Reis 16.29 - 19.21; Tiago 5.17-18

A oração eficaz deve ser acompanhada por dois itens;

  1. PELA CONVICÇÃO DE QUE SOMOS HUMANOS

“Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos, e orou, com instância, para que não chovesse sobre a terra, e, por três anos e seis meses, não choveu” (Tiago 5.17).

Elias: Oração Eficaz - 01

Elias: Oração Eficaz - 01
Mensagem do dia 12/10/2011 (quarta-feira) 
Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão
 
Série: Orações na Bíblia-05
Texto Base: 1Reis 16.29 - 19.21; Tiago 5.17-18

INTRODUÇÃO
Neste estudo, teremos como objetivo aprender sobre orar confiantemente, na certeza de que Deus responde, segundo a Sua vontade e que podemos ter a convicção que a sua oração pode ser eficaz, mas o que é uma oração eficaz?

sábado, 21 de janeiro de 2012

Livramento

“Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo” (Salmo 23.4).

Quero compartilhar uma experiência. Na madrugada do dia 20 (ontem) estava chegando na minha casa e um motoqueiro parou com sua moto cerca de uns 20 metros me cercando, desceu da moto e veio correndo com a mão na cintura (supostamente uma arma) em minha direção. Não pensei muito, nem quis pagar para ver se estava mesmo armado, ele veio decidido, por isso acelerei o carro o máximo que pude para escapar dele. Vi pelo retrovisor que ele voltou correndo para moto e tentou me seguir, mas não conseguiu. Fiz o BO (Boletim de ocorrência). Sinceramente não entendo o que ele queria exatamente. Mas acima disso vejo a proteção do Senhor e o livramento que Ele me deu.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Mostre Tua Força

Mostre tua força

“Se te mostrares fraco no dia da angústia, tua força será pequena” (Provérbios 24.10).

Nossos problemas pessoais não são maiores que nosso Deus, além disso, podemos ter a certeza de que ELE está no controle de todas as coisas e que temos uma missão. Portanto, precisamos enfrentar as adversidades sem desanimar, sem se abater e sem medo, pelo contrário:

  • “Sê forte e corajoso” (Js 1.6, 7 e 9).
  • “Não temas, porque eu estou contigo” (Is 41.10).
  • “Deus lhe deu um espírito de poder, de amor e de moderação” (2Tm 1.7-8).

domingo, 8 de janeiro de 2012

As Aparências Enganam

As Aparências Enganam
Mensagem do dia 04/12/2011 (Domingo/Noite) 
Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão

“Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei; porque o SENHOR não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o SENHOR, o coração” (1 Samuel 16.7).

INTRODUÇÃO
Já ouviram aquele ditado popular que diz assim: “Nem tudo que reluz é ouro”? Vamos ver um vídeo que preparei, prestem atenção nele! Temos por hábito, julgar as coisas, pessoas e situações pela aparência, mas “As aparências enganam”.
Vamos ao contexto do texto: Saul foi rejeitado como rei de Israel por ter se afastado do Senhor e por não ter obedecido a suas ordens na guerra contra os amalequitas (1Sm 15.1-11). Deus tinha outros planos para Israel, por isso enviou Samuel para a casa de Jessé, porque Ele já havia escolhido um dos seus filhos para ser rei de Israel (1Sm 16.1). Quando Samuel viu Eliabe pensou: “certamente este é o ungido do Senhor” (v.6). Eliabe deveria ter uma aparência impressionante para despertar a atenção de Samuel.