domingo, 31 de agosto de 2014

Um Deus que dá chances


UM DEUS QUE DÁ CHANCES
Mensagem do dia 31/08/2014 (Domingo/Noite) – Igreja Batista Central em Toledo
Texto: Marcos 10.17-22
Introdução
Este texto traz consigo geralmente nas Bíblias o titulo de "O JOVEM RICO", com certeza vocês conhecem ele, mas poderia ser intitulado também como: “O JOVEM POBRE”, ele era tão pobre, tão pobre que tinha apenas bens materiais. Ou poderia ser intitulado também como “UM JOVEM RELIGIOSO”, que pensava ser merecedor da vida eterna por cumprir os mandamentos. Jesus quer tratar uma questão importante, diria que é a mais importante para o ser humano: Como herdar Reino de Deus? Como obter a salvação, a vida eterna? O que, ou quem pode nos conduzir a Deus?

Bom, nós sabemos que não são por meio das obras, muito menos por meio das práticas e ritos religiosos. Ser rico ou pobre também não importa para Deus. Embora Jesus fala da dificuldade de um rico se converter por causa dos bens materiais (v.23), não pelas riquezas e bens em si, mas como disse o apóstolo Paulo à Timóteo, por causa do amor ao dinheiro que é a raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores” (1 Tm6.10). Ao mesmo passo que alguém pode ser pobre e achar que Deus se esqueceu dele e ter uma vida desonesta. Mas isso é relativo, o caráter não depende de riqueza ou pobreza, cada um tem o seu independente se é rico ou pobre. O que Jesus deseja então?

domingo, 3 de agosto de 2014

Como você será lembrado?

Como você será lembrado?
Mensagem do dia 03/08/14 (Domingo/Manhã) – Igreja Batista Central em Toledo

6 Sobre a cabeça do justo há bênçãos, mas na boca dos perversos mora a violência. 7 A memória do justo é abençoada, mas o nome dos perversos cai em podridão” (Provérbios 10.6-7).

6 As bênçãos coroam a cabeça dos justos, mas a boca dos ímpios abriga a violência. 7 A memória deixada pelos justos será uma bênção, mas o nome dos ímpios apodrecerá”. (NVI)

Quem não quer bênção? Quem não quer ser abençoado? Creio que todas as pessoas querem ser abençoadas, mas nem todos querem o DEUS da bênção, nem todos conhecem o Deus da bênção, nem todos andam com o Deus da Bênção, nem todos servem ao Deus das bênçãos. Portanto, nem todos são bênção na vida dos outros. Quem quer ser bênção?

Há duas possibilidades, dois tipos de pessoas, o justo e o perverso. Um abençoa e será lembrado por ser bênção na vida dos outros, o outro gera violência e cairão no esquecimento. Como você será lembrado?

Maria e Marta

Maria e Marta,
“Escolha, uma questão de prioridade”.
(Lucas 10.38-42)
Mensagem do dia 03/08/2014 (Domingo/Noite) – Igreja Batista Central em Toledo

INTRODUÇÃO
Contexto: O assunto fé, crer, proclamar, reino está em pauta. No final do capítulo 9. vv. 57-62, vemos quão difícil é Seguir Jesus! Quem não quer seguir Jesus dá muitas desculpas. No Inicio do cap. 10 – Jesus envia os 70 para a missão de anunciar o Teu Reino, “como cordeiros entre lobos” eles foram enviados (vv.1-24). Nos vv. 25-37 – temos a tão conhecida: Parábola do bom Samaritano – um perito da lei questiona Jesus acerca do Reino de Deus e depois sobre quem seria o próximo dele.

As pessoas estão em busca de respostas. Jesus aponta para si mesmo, como o autor e consumador da nossa fé, aponta para o que iria acontecer e o que Ele iria realizar. Então, chegamos a nosso texto (Lucas 10.38-42).

Jesus caminhando com seus discípulos, chegaram à Betânia. Betânia era um pequeno povoado bem perto de Jerusalém e Jesus sempre passava por ali, porque havia uma casa sempre com as portas abertas para ele. Ali fez amigos, os irmãos Lázaro, Maria e Marta. Existem alguns relatos marcantes sobre a relação de Jesus com esta família. Hoje veremos um deles. Leiamos nosso texto.