quinta-feira, 31 de março de 2011

Tesouros do coração



porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração”. (Mateus 6.21)

É muito interessante certas coisas, lembro-me das aulas de homilética que tive no seminário e das dicas que o professor e pastor Elias Soares (pastor da Igreja Batista Boas Novas em Sorocaba – SP) nos dava, uma delas foi: “Sejam observadores! Observe no seu dia à dia as experiências que tiver, presenciar e ouvir, pois elas podem ser lições valiosas para a vida e para o púlpito”. Ele, como sempre, tinha razão! Obrigado pastor Elias! Procuro sempre seguir seus sábios conselhos.

Pois bem, arrumando as minhas coisas para a mudança, percebi a quantidade de coisas “inúteis” que eu guardava, apenas acumulava espaço, fazia bagunça, muitas anotações, papéis, papéis, papéis, parafernálias sem fim que nem ao menos lembro como as consegui, muita coisa mesmo! E que de certa forma não queria abrir mão de nada. Na verdade, eu queria tentar levar o máximo de coisas possíveis para o Paraná. Mas entendi que: Coisas inúteis serão sempre coisas inúteis. Observando este fato e o texto de Mateus 6.21, indaguei-me: Quais são os nossos tesouros? Onde está o nosso coração?

segunda-feira, 28 de março de 2011

Gratidão



Igreja Batista Vida Nova – 27/03/2011 – culto dirigido pela UniJovem e que também marcou a minha despedida da Igreja. Foi muito emocionante e lindo tudo o que neste culto aconteceu, tenho certeza que o coração de Deus se alegrou, assim como o meu, que está tremendamente grato por todo carinho e amor recebido por todos. Compartilho a mensagem que preguei nesta noite tão especial.

Introdução:

A gratidão é um sentimento nobre. Pois é o reconhecimento pelo beneficio recebido. É um sentimento de amor pelo amor, carinho e cuidado recebido. E com certeza há muitas razões para sentimos GRATIDÃO. Em primeiro lugar, podemos sentir gratidão pela Salvação em Cristo Jesus. Depois, pelos benefícios desta salvação como, por exemplo:

sexta-feira, 25 de março de 2011

Ansiedade


"Não andeis ansiosos por coisa alguma; mas em tudo, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graça. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e as vossas mentes em Cristo Jesus". (Filipenses 4.6-7).

Eu relutei, mas não resisti. Preciso meditar ainda mais neste texto. E como ele fala comigo dia após dia? Tem sido meu porto seguro. Acredito que a ansiedade tem sido a maior vilã em minha vida. Mas e agora? Como superá-la? O que fazer? Quero a partir do texto bíblico acima expor algumas lições que tenho aprendido e como tal dificuldade tem sido um dos “gigantes” em minha vida. Espero que seja bênção na sua vida, compartilho, portanto, exatamente o que tenho vivido neste exato momento. Boa leitura.

Contexto da carta – O apóstolo Paulo estava preso quando escreveu esta carta. E penso que ele teria inúmeros motivos para sentir ansiedade, sentir medo e preocupação, mas ele nos exorta e mostra como devemos agir perante situações difíceis.

Quero enfatizar uma coisa: A Palavra de Deus é prática. Pois Ela sempre dará o resultado que fala que vai dar. E aqui neste texto aos filipenses acontece isso.


terça-feira, 22 de março de 2011

Medo do Novo

                                                                                                         
“De Davi: A ti, SENHOR, elevo a minha alma. Deus meu, pois em ti confio...” (Salmo 25.1-2a)

Galera, eu preciso confessar uma coisa: EU TENHO MEDO DO NOVO.  (risos). Bom... o motivo é bem simples e óbvio para quem já sabe, estou de mudança marcada! E para bem longe! Longe de minha família, amigos, igreja, todas as pessoas que eu amo profundamente. Contudo estou tremendamente feliz, pois terei o privilégio de servir como pastor em Campo Mourão PR. Acredito que este sentimento de medo não acontece apenas comigo, creio que todos nós temos medo, principalmente do que é novo, do que está por vir. Acomodamos-nos a viver como estamos e muito raramente queremos mudar algo.

Estive ontem a noite na WebRádio, participei do programa da JubaRádio e ouvi do Eraldo um comentário muito interessante a respeito de cumprir o IDE de Jesus dito pelo “CURUMIM” (um amigo em comum que participou do projeto Radical da CBB): “Corajoso não é aquele que aceita IR, este é o OBEDIENTE. O Corajoso mesmo é aquele que consegue dizer NÃO para Deus”.

Vou confessar outra coisa: Isso me deu ainda mais convicção da decisão que tomei e com toda certeza estou motivadíssimo a cumprir. Neste sentido quero ser obediente, muito mais que corajoso. Mas o nosso assunto é o “Medo”.  Há no medo ou com o medo, certas ambigüidades e um paradoxo que vale a pena refletirmos:

quarta-feira, 9 de março de 2011

Derrotando Gigantes



“Com Cristo somos mais que vencedores” (Romanos 8.37)

Do dia 04 ao dia 08, estive com os jovens e adolescentes de minha igreja em nosso 1º acampamento juntos (ou “retiro”, como alguns gostam de chamar). O tema foi: “Derrotando Gigantes”. Adianto que foi uma bênção! Tivemos nesses dias momentos maravilhosos. Acredito eu, que eles não vão esquecer jamais. É sobre isso que gostaria de compartilhar com vocês.

Como jovens e adolescentes, e acima de tudo como cristãos, podemos afirmar que estamos em uma guerra. Podemos afirmar também que há muitos Gigantes querendo nos derrotar. Mas podemos afirmar principalmente que: “Com Cristo somos mais que vencedores”. E que nós já conhecemos o resultado desta guerra, exatamente porque temos o Deus Todo Poderoso lutando por nós.

Se eu fosse escolher um texto bíblico para “tentar” expressar o meu sentimento de gratidão a Deus pela concretização deste acampamento, o texto seria:
20 Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, 21 a ele seja a glória, na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre. Amém!” (Efésios 3.20-21)

Explico as razões para isso: