domingo, 31 de março de 2013

As Ovelhas de Jesus 02


As Ovelhas de Jesus 02

Mensagem do dia 31/03/2013 (Domingo/Manhã) 
Igreja Batista Central em Toledo


“As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e Eu as conheço, e elas me seguem; eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10.27-28).

Introdução
Após Jesus dizer que os judeus não eram suas ovelhas por não crerem Nele (v. 26), Ele caracteriza quem são verdadeiramente "Suas ovelhas". Elas não pertencem a uma denominação específica e nem se caracterizam por uma determinada liturgia de culto. Nós estamos vendo seis marcas que revelam as características de quem são as ovelhas de Jesus.

Vimos a semana passada A Primeira Marca: Elas “ouvem a minha voz”. Ouvem somente sua voz e não a de qualquer um, estão atentas para o que Jesus diz e ignoram qualquer outro tipo de doutrina ou ensino contrário ao que aprendeu de seu Bom Pastor.

A Segunda Marca: “Eu as conheço”.

domingo, 24 de março de 2013

Série: Uma Igreja Frutífera 02


"UMA IGREJA FRUTÍFERA" 02
Uma Igreja Frutífera tem conhecimento e prática da Palavra de Deus.

Mensagem do dia 24/03/2013 (Domingo/Noite) – Igreja Batista Central em Toledo


João 15.8, 16: "Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão considerados meus discípulos... Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça..."
Introdução
A Bíblia é perfeita, inerrante, infalível, ela dá testemunho fiel de Deus e dos seus servos, contém preceitos retos, mandamentos puros, os juízos do Senhor são verdadeiros e justos. Na 1ª Mensagem, vimos que Uma Igreja Frutífera tem Consciência da Importância de Frutificar. Se a igreja e o crente tem esta mentalidade, vai saber valorizar a busca do aprendizado e a prática da vontade de Deus para sua vida. Vai pensar no Reino de Deus e não em si próprio. Vai refletir a graça, a misericórdia e todos os princípios, valores e ensinos do Senhor contidos e expressos em sua Santa Palavra, a Bíblia. Por isso, "é preciso conhecer a Bíblia para praticá-la, contudo, quando não há conhecimento, não há pratica, logo, não há frutos. Assim, acontece também quando apenas conhecemos e não a praticamos". Conforme o que Tiago ensinou:

As Ovelhas de Jesus - 01


As Ovelhas de Jesus - 01

Mensagem do dia 24/03/2013 (Domingo/Manhã) 
Igreja Batista Central em Toledo


“As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e Eu as conheço, e elas me seguem; eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10.27-28).

Introdução
Jesus estava em Jerusalém, passeava no templo, no Pórtico de Salomão, os judeus celebravam a "Festa da Dedicação" (Uma celebração judaica de  ḥănūkkāh -  é uma palavra hebraica que significa "dedicação" ou "inauguração" - que comemorava a vitória sobre o líder sírio Antíoco Epífanes, que perseguiu Israel. Em 170 a.C., ele conquistou Jerusalém e profanou o templo dos judeus ao erigir um  altar pagão em lugar do altar de Deus, em 164 a.C., os judeus libertaram o templo e dedicaram novamente. A celebração também é conhecida hoje como a "Festa das Luzes" por causa do acendimento de lâmpadas nas casas judaicas em comemoração ao acontecimento). Alguns judeus cercaram Jesus e o interrogaram: "... Até quando nos deixará em suspense? Se é você o Cristo, diga-nos abertamente" (v.24). Jesus respondeu: "Eu já lhes disse, mas vocês não crêem. As obras que eu realizo em nome de meu Pai falam por mim" (v. 25).

quarta-feira, 20 de março de 2013

Moisés - A oração como queixa - 03


Moisés - A oração como queixa - 03
Mensagem do dia 20/03/2013 (Quarta) 
Igreja Batista Central em Toledo
Textos: Êxodo 5.20 - 6.1

Vimos até aqui, duas verdades: a 1ª VERDADE: DEUS NÃO PROMETEU VITÓRIAS SEM LUTA. Deus faz a sua parte, mas exige que nós façamos a nossa parte também. Não é apenas crer, cruzar os braços e esperar as coisas acontecerem. Há muitas lutas em nossas vidas, provas que temos de passar. "Para estarmos aprovados, seremos provados"; A 2ª VERDADE: DEUS ACEITA AS QUEIXAS. Ele também nos ouve, podemos sim questioná-lo, mas com temor, sinceridade, com humildade sabendo reconhecer quem somos e quem é Deus. Ele é o Senhor e nós os servos, não podemos inverter a ordem dos fatos, Hoje veremos a terceira verdade aprendida neste texto, Êxodo 5.20 - 6.1:

domingo, 17 de março de 2013

Série: Uma Igreja Frutífera 01


"UMA IGREJA FRUTÍFERA"

Mensagem do dia 17/03/2013 (Domingo/Noite) 

 Igreja Batista Central em Toledo


João 15.8, 16: "Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão considerados meus discípulos... Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça..."
Introdução
De uma maneira geral, a Bíblia ensina que o verdadeiro discípulo deve ter uma vida produtiva. Frutificar é um imperativo bíblico. A expectativa de Jesus, o nosso Senhor e Salvador é que os seus discípulos frutifiquem. E na realidade serão considerados seus discípulos aqueles que frutificam. Aqueles que cumprem sua expectativa. E a nossa fé é provada por frutos. Disse Jesus: "Pelo fruto se conhece a árvore.. e pelos frutos os conhecerão". Esses frutos não são apenas espelhados pelas virtudes que devem marcar ou ornar o caráter do cristão, mas também que traduzem em ações diárias coerentes ao discurso pessoal, "sou cristão", sinônimo de frutificar.

quarta-feira, 6 de março de 2013

Moisés - A oração como queixa - 02


Moisés - A oração como queixa - 02
Mensagem do dia 06/03/2013 (Quarta) 
Igreja Batista Central em Toledo
Textos: Êxodo 5.20 - 6.1

Nós vimos a semana passada que DEUS NÃO PROMETEU VITÓRIAS SEM LUTA. Que devemos fazer a nossa parte, porque Deus já tem feito a Dele. A situação era difícil. A questão é a mesma: Será que podemos nos queixar de Deus? Nos queixar à Deus? Ou as duas coisas? Será que Ele compreende a nossa queixa? Como agir nestas horas, em que tudo dá errado e as pessoas não nos compreendem? Simples: Entendendo algumas verdades a respeito de Deus e da postura de seu povo. A primeira é que DEUS NÃO PROMETEU VITÓRIAS SEM LUTA.

domingo, 3 de março de 2013

Jesus deseja tocar seu coração


Jesus deseja tocar seu coração
"A cura de um paralítico em Cafarnaum"
Mensagem do dia – 03/03/2013 – Igreja Batista Central em Toledo
Texto: Marcos 2.1-12

INTRODUÇÃO
Este texto é conhecido, e geralmente intitulado como: “A cura de um paralítico em Cafarnaum”. Mas seu assunto principal não é a cura, nem o paralítico, nem sobre seus 4 amigos, nem sobre Cafarnaum, nem sobre os Escribas, apesar de tudo isso fazer parte do enredo o assunto principal é sobre FÉ. A fé que agrada ou não a Deus. É uma passagem fantástica e fascinante (assim como toda a Bíblia), por isso, quero juntamente com os irmãos observar alguns aspectos importantes deste texto e tirar preciosas lições para as nossas vidas, Imaginem: