domingo, 10 de junho de 2018

JÓ - "Um homem provado e aprovado" Parte 01



Série: Personagens Bíblicos – Mensagem nr 008 – Jó 42.5
Mensagem do dia 10/06/2018 (Domingo/Manhã) – Igreja Batista Mandacaru

📖  Jó 42.5:  “Antes, eu só te conhecia de ouvir falar; agora, eu te vi com meus próprios olhos”. NVT

Introdução
A história de Jó é bem conhecida. Um personagem muito querido e admirado por todos. No capítulo 1 a partir do versículo 7, é descrito que tinha “alguém” incomodado com a sua vida, com a maneira que ele vivia para Deus, sua piedade e conduta de vida, vamos ler:

7 "De onde você vem?", perguntou o Senhor. Satanás respondeu: "Estive rodeando a terra, observando o que nela acontece". 8 Então o Senhor perguntou: "Você reparou em meu servo Jó? Não há ninguém na terra como ele. É homem íntegro e correto, teme a Deus e se mantém afastado do mal". 9 Satanás respondeu: "É verdade, mas Jó tem bons motivos para temer a Deus. 10 Tu puseste um muro de proteção ao redor dele, de sua família e de seus bens e o abençoaste em tudo que ele faz. Vê como ele é rico! 11 Estende tua mão e toma tudo que ele tem, e certamente ele te amaldiçoará na tua face!". 12 "Pois bem, você pode prová-lo", disse o Senhor. "Faça o que quiser com tudo que ele possui, mas não lhe cause nenhum dano físico." Então Satanás saiu da presença do Senhor.

E assim, após a autorização de Deus, começou as provações de Jó, logo de cara uma sequencia de más notícias (vv. 13-19), mas o que mais impressiona é a resposta de Jó diante de tão grande tragédia, vv. 20-22:

20 Então Jó se levantou e rasgou seu manto. Depois, raspou a cabeça, prostrou-se com o rosto no chão em adoração 21 e disse: "Saí nu do ventre de minha mãe, e estarei nu quando partir. O Senhor me deu o que eu tinha, e o Senhor o tomou. Louvado seja o nome do Senhor!". 22 Em tudo isso, Jó não pecou nem culpou a Deus.

Portanto, a história de Jó se resume assim, após tais provações e tantas outras, durante o livro temos uma série de debates nos quais Jó e alguns amigos procuram entender a razão do seu sofrimento, e as respostas incríveis do próprio Senhor para Jó.

F O que podemos aprender com a vida de Jó?

1.      Quem foi Jó?
Jó foi um patriarca que viveu na terra de UZ, provavelmente em termos de cronologia, viveu entre Noé e Abraão. Era um homem feliz e muito rico; era casado e tinha 7 filhos e 3 filhas. Ao contrário de outros homens de sua época, não era polígamo (apesar de que sua esposa não era uma pessoa nada fácil). Jó era o sacerdote familiar, oferecia sacrifício ao Senhor para purificar seus filhos, essa era uma prática habitual de Jó (v.5).

Como vimos, com a permissão de Deus, foi ele terrivelmente provado por Satanás. Suas provações resultaram numa série de discussões entre o ele, seus amigos e sua mulher. Por fim, submete-se a Deus, que mudou a sua sorte e lhe acrescentou o dobro de tudo o que possuía antes (42.10). Restaurou inteiramente sua vida espiritual (42.7-10), e também a sua vida material (4211-17), e depois disso “viveu Jó 140 anos” (42.16).

Jó foi citado na Bíblia, o profeta Ezequiel o equipara à Noé e Daniel (Ez 14.14, 20); e a sua paciência e perseverança mediante o sofrimento é citada por Tiago (Tg 5.11). Mas talvez a característica mais marcante sobre Jó está relatada em Jó 1.1 e 8 que o descreve assim: “...Era homem íntegro e correto (justo); temia a Deus e se mantinha afastado do mal (evitava o mal)...”

2.     O sofrimento de Jó
Podemos dizer que o livro de Jó é a resposta inspirada por Deus ao pensamento errôneo de que a razão única para o sofrimento é o pecado. Tal pensamento alcança o auge no discurso dos amigos de Jó, deduzindo que: “Se há sofrimento, há pecado”.

Contudo, sabemos que Jó sofreu mesmo sendo obediente, íntegro e temente a Deus. Apesar da lógica da retribuição aparecer por conta da aliança do AT, na qual a obediência às leis trazia bênçãos e a desobediência maldições, o livro de Jó, desde o seu prólogo, deixa claro que o sofrimento de Jó não é devido ao pecado dele. Jó esclarece que o pecado pessoal não é a única razão para o sofrimento humano.
Reflita: 💭  De onde pode vir o nosso sofrimento?
ÿ       Más escolhas pessoais, podem nos provocar sofrimentos;
ÿ       Más escolhas dos outros, podem nos provocar sofrimentos;
ÿ       Deus pode provar a nossa fé através do sofrimento;
ÿ       Podemos estar numa batalha espiritual (opressão maligna);
o   Mas, nem tudo é culpa do diabo – como alguns afirmam;
ÿ       O sofrimento pode ser por causa de uma catástrofe da natureza;
o   Tsunami na Indonésia: Será que é culpa de Deus? Deus faz por vingança?
ÿ       Onde está Deus durante o sofrimento?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth