domingo, 3 de dezembro de 2017

O Excesso de Bagagens que devemos deixar – 02

O Excesso de Bagagens que devemos deixar – 02
Mensagem do dia 03/12/2017 (Domingo/Manhã) – Igreja Batista Mandacaru

& Hebreus 12.1-2a: 1 Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta, 2 tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé...

Introdução
O Excesso de peso é aquilo que está sobrando e atrapalhando o viver diário. Nós vimos sobre o peso que a pessoa carrega referindo-se ao passado, seus erros e pecados. Vimos que Deus pode transformar as nossas vidas se permitirmos a ação dele, como o apóstolo Paulo permitiu. Ele teve uma transformação de vida radical em sua vida, como foi dito: “Aquele que odiava passou a amar e a se dedicar pelas pessoas. Aquele que perseguia, passou a ser perseguido por causa da fé, ele abandonara tudo por causa de Cristo”.

Mas também é verdade que cada pessoa irá lidar com o passado de uma maneira:
1.      Há aqueles que parecem não ter consciência do quanto o passado o atrapalha – não conseguem enxergar isso e quando enxergam, tem dificuldades para pedir ajuda; 
2.      E tem aqueles que acham que não podem se levantar e ter uma vida feliz ao lado de Jesus, não se sentem dignos do perdão divino e por isso cultivam um sentimento de culpa; 
3.      E tem também pessoas que lidam bem com o passado, trataram, superaram seus traumas, os sentimentos de culpa e hoje vivem bem;

Hoje veremos um pouco sobre este primeiro tópico:

2. No Excesso de Bagagens do Passado - Precisa Haver Consciência da Necessidade de mudança

A primeira etapa para mudar é reconhecer “o peso das bagagens”. O Reconhecimento é primordial. Ter consciência é reconhecer a necessidade da mudança. E isso significa que mudar vai mexer na estrutura da pessoa e quando fazemos algumas mudanças precisamos estar dispostos, pois para que as coisas fiquem nos devidos lugares, primeiro passamos pela mudança.

Vou fazer uma comparação e guardadas as proporções, pensem comigo: É como para a pessoa que possui algum vício (drogas, bebidas, etc), para se libertar de um vício, antes de mais nada, a pessoa precisa reconhecer que é viciado.  E isso não é nada fácil. É tão difícil quanto viver sem o vício. Portanto, reconheça em sua vida o que tem atrapalhado seu viver diário com Cristo.

Em segundo lugar, reconhecendo o a necessidade de mudança, vem outro desafio. PEDIR AJUDA. Para compreendermos melhor, a pessoa deve estar disposta a superar todos os “monstros” criados por ela desde a sua infância (talvez), traumas, erros e pecados que precisam ser postos à pratos limpos. E então, ter o tratamento adequado. Eu tenho a convicção de que tudo o que não é tratado, por mais simples que pareça, no futuro torna-se um “grannnnnnde” problema. É como pagar a taxa mínima do cartão de crédito todo mês, os juros irão te comer por inteiro, quando menos pensar... BUUUUU – está tudo perdido e com certeza, o recomeço será muito mais doloroso. Portanto, busque ajuda, não deixe as coisas acumularem em sua vida.

Por último, POR EM PRÁTICA A MUDANÇA. Ora, de nada vale ter consciência do que precisa ser mudado, buscar ajuda e não aceitar os conselhos, não praticar o que é necessário para melhor servir ao Senhor. Mas a pratica não é nada fácil também, por isso você precisará de...

Perseverança, Força de vontade e Disciplina.

Acima de tudo, coloque Deus em primeiro lugar e então conseguirá a mudança necessária. Ele irá lhe dar forças para lutar, para não desistir e nem desanimar.


*Próxima semana, vamos falar das emoções mais especificamente, para transformar as feridas em cicatrizes.


No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth