quinta-feira, 10 de junho de 2010

Filosofia da Culpa


6 Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu. 7 Abriram-se, então, os olhos de ambos; e, percebendo que estavam nus, coseram folhas de figueira e fizeram cintas para si” (Genesis 3:6-7).

Já ouviram falar na expressão: “transferência de responsabilidade”? Penso que se errar é humano, colocar a culpa nos outros, então nem se fala... rss. É engraçado como o ser humano tem uma incrível capacidade de não assumir suas responsabilidades ou tentar justificá-las de qualquer forma. Cá entre nós, tentar justificar o erro torna-se ainda mais errado, gosto de dizer: “explica, mas não justifica”. Errou, errou e pronto. Reconhecer o erro é uma virtude. Gosto de ser prático.

E isso acontece em várias áreas de nossas vidas, seja no mundo empresarial, ou em dentro de nossas famílias e digo isso desde pequenos que muitas vezes culpamos nossos irmãos pela “arte” que fizemos. Na escola, na faculdade e até mesmo por “incrível que pareça”, na igreja. Tenho uma notícia. Isso não é nada novo, você sabia? Na verdade é bem mais velho que podemos pensar, leiamos o texto abaixo:

“8 Quando ouviram a voz do SENHOR Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do SENHOR Deus, o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim. 9 E chamou o SENHOR Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás?  10 Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi.  11 Perguntou-lhe Deus: Quem te fez saber que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses?  12 Então, disse o homem: A mulher que me deste por esposa, ela me deu da árvore, e eu comi.  13 Disse o SENHOR Deus à mulher: Que é isso que fizeste? Respondeu a mulher: A serpente me enganou, e eu comi” (Genesis 3:8-13).

Analise: O contexto fala da queda do homem, vamos aos diálogos:
  • Adão e Eva se esconderam de Deus (v.8).
  • Deus faz uma pergunta para Adão, qual foi sua resposta? Ele disse que teve medo e se escondeu por estar nu (vv. 9-10).
  • Deus faz outra pergunta para Adão. Qual foi sua resposta? (vv. 11-12)
  • Então Deus se direciona a Eva e o que ela disse? (v. 13)

O homem culpou a mulher “A mulher que me deste por esposa”. E a mulher a serpente “A serpente me enganou”. Resumindo: “Se a culpa é minha, eu a coloco em quem eu quero”. Eis a filosofia da culpa.

Claro que errar não é nada bom, principalmente por causa consequências que terão de ser arcadas. No entanto algo tem que ficar claro, temos que assumir nossas responsabilidades, seja elas quais forem. Pois assumir a responsabilidades faz parte do caráter que Cristo aprova.

Oração
“Senhor, peço-te que nos ajude primeiramente a sermos humildes para reconhecer quando erramos e ao reconhecer o erro que possamos nos responsabilizar pelas conseqüências, independente quais forem. Que a verdade, a transparência sejam sempre evidentes em nossas vidas e que nos dê sabedoria para acertarmos o alvo. Em nome de Jesus Cristo. Amém”.  

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Um comentário:

  1. Nossa!!! Muito legal o texto, curti muito.
    Parabéns pelo blog, é show. Graça e paz.

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth