sábado, 12 de setembro de 2009

Esperando no Senhor

Salmo 40.1-3 “1Esperei confiantemente pelo SENHOR; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro. 2 Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama; colocou-me os pés sobre uma rocha e me firmou os passos. 3 E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus; muitos verão essas coisas, temerão e confiarão no SENHOR”.

"Se a vitória só vem no fim da prova, o que acontece conosco até lá?"

Podemos dizer que o tratamento acontece dentro da prova, no tempo em que a pessoa está esperando o livramento de Deus. O que faz alguém vencedor não é uma vitória imediata, no primeiro “round” da luta; é justamente a espera que produz na pessoa este tratamento. Vivemos na época dos instantâneos.

Comida pronta congelada que em poucos minutos se prepara num forno microondas, ou o famoso “Fast-food”. Fico impressionado com o avanço da comunicação, na idade média eram usados os mensageiros, que percorriam longas distancias para entregar as vezes um recado, os correios facilitaram a nossa vida com as cartas, entregas de encomendas. O surgimento do telefone, do Fac-símile (Fax), e hoje em dia contamos com ferramentas ainda mais eficazes, basta alguns segundos e você fala,vê e ouve uma pessoa do outro lado do mundo através do MSN, Skype, E-mail, outros comunicadores como o Orkut, Blogs, Sites, Myspace, e agora há novo meio de comunicação o Twitter, e outras coisas mais.

Nossa geração não sabe ser paciente. E por causa disto não sabemos esperar; vivemos ansiosos, afobados e fazendo de tudo para ganhar tempo. Só que quando as provas e tribulações chegam, achamos que as orações têm que ser todas instantaneamente respondidas e que tudo deve se resolver com urgência; mas como na maioria das vezes não acontece assim, acabamos nos desesperando. Precisamos aprender a esperar, pois a espera produzirá preciosos frutos em nós se o permitirmos.

Entre toda promessa de Deus e seu cumprimento há um intervalo. Este intervalo é um período de espera até que tudo se cumpra, nem sempre exatamente da forma que esperamos, mas se cumpre. O mesmo se dá na adversidade. Entre o começo dela e seu fim há um intervalo, em que devemos esperar. A espera vai produzir mais resultados dentro de nós do que aquilo que veremos fora de nós neste tempo. Muita gente acha que a espera é uma desculpa dos que não crêem na intervenção imediata de Deus, mas na verdade ela é uma marca na vida daqueles que crêem! A espera não é sinal de derrota ou de falta de fé, mas parte da operação da própria fé. É o período quando Deus estará trabalhando nosso caráter e fé.

A espera nos amadurece, não passar o período de espera significa não estar pronto para a herança. O filho pródigo que o diga! Não quis esperar a hora certa de receber a herança, e ao antecipar-se ao momento devido, demonstrou não estar ainda preparado para o que tinha direito de receber. E justamente por não estar preparado acabou perdendo tudo: o dinheiro, o tempo fora de casa, sua moral e dignidade.

Verdadeiramente temos bênçãos preparadas e prometidas por Deus, temos uma “herança” à receber. Mas não encontramos em lugar algum da Bíblia qualquer alusão à posse instantânea delas. Quando esperamos em oração e fé algo da parte do Senhor, estamos amadurecendo para que possamos estar à altura daquilo que viermos a receber.


Não pare de crer no que Deus pode e quer fazer em sua vida. Se não acontecer imediatamente após a sua oração, persevere em buscar ao Senhor e crer que Ele age mesmo que você não perceba “visivelmente” Ele agindo. Espere n’Ele e, ao fim do período de espera, descobrirá que enquanto aguardava no Senhor, Ele não apenas agiu nas circunstâncias, mas também o levou a alcançar mais maturidade. E aconteça o que acontecer, saiba que Deus é soberano sobre todas as coisas a ponto de levá-lo a lucrar em qualquer situação: “Todas as coisas cooperam para o nosso bem...”

Oração:
“Senhor, nos ensine a esperar e descansar em ti. Ensina-nos a Crer que o Senhor tem o melhor e que Tudo mesmo Coopera para o nosso bem. Em Nome de Jesus Amém!”.

No amor de Cristo,

Paulo Berberth

4 comentários:

  1. Oi Pastor.... que Texto abençoado, muito obrigada mesmo estava precisando.
    Beijoss
    Danny

    ResponderExcluir
  2. É impressionante como Deus usa os servos seus qdo eles se comprometem a viver p/Deus.
    Mensagem muito edificante.
    Abrçs, Luciana.

    ResponderExcluir
  3. JONAS:
    Muito bom texto Pr Paulo!!
    God Bless you my brother

    ResponderExcluir
  4. um dos textos mais lindos que ja li

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth