sábado, 6 de junho de 2009

Gente Boa Como Samuel

Gente Boa Como Samuel

"E o menino Samuel continuava a crescer, e tanto o SENHOR como as pessoas gostavam cada vez mais dele." (1 Samuel 2.26 NTLH)

“E o menino Samuel continuava crescendo em estatura e em graça, tanto diante do Senhor como diante dos homens” (1 Samuel 2.26 T.B. Séc. 21)

Eu nunca fui destes quando criança e acho que até minha adolescência, era muito rebelde e desobediente, mas reconheço que determinadas pessoas são um tipo de unanimidade, naquele estilo "todo mundo gosta dele". São pessoas desprovidas de inimigos, de atritos, de encrencas, bem pelo contrário são apaziguadoras, buscam a paz e a harmonia entre todos. Pela minha observação normalmente são aquelas pessoas mais pacatas, mais calmas, mais resignadas, menos polêmicas, mais pacientes e tolerantes. Deduzo eu, que aqueles que são briguentos, polêmicos, barulhentos, falastrões, extremistas, pouco pacientes, implicantes, chatos, espaçosos, intrometidos etc... sempre desagradam alguém.

Lendo o restante da história da vida de Samuel, percebemos que ele de fato contava com o apreço das pessoas mesmo quando trazia palavras duras da parte de Deus. Mas ainda assim gostavam dele, porque como ele nunca falava bobagens, o que falava era considerado, pois tratava-se de uma pessoa que falava da palavra de Deus e era visto em sua vida as marcas destas palavras proclamadas. Talvez isso tenha sido uma de suas características mais marcantes.

Tenho visto muitos líderes reclamando que o povo não o respeita, não tem consideração pelas suas colocações, não tem zelo pela Palavra de Deus. E acho sinceramente que é verdade em muitas situações. Mas inegavelmente alguns destes líderes falam demais e depois não conseguem se impor, machucam e destroem pessoas e depois a reconstrução fica abalada em muitos casos quase que impossível reconstruir e quando reconstroem deixam marcas da destruição.

O exemplo de Samuel não vale apenas para os líderes, mas para todos os cristãos, pois devemos ter a nossa palavra sendo considerada, do contrário quando anunciamos o evangelho, podemos ter a Palavra de Deus confundida com algum comentário esportivo, lorota ou piada. Não podemos ser escravos do que as pessoas pensam a nosso respeito, mas por outro lado estando ao nosso alcance é de muito bom tom sermos queridos por tantos quantos pudermos.

O segredo para isso, e agora é Samuel que afirma e não eu. É crescer na presença de Deus antes de crescer no conceito das pessoas. Crescer em Graça, alguns crescem apenas em estatura. Ou melhor ainda – crescer na presença de Deus para com isso crescer na presença das pessoas. “O que importa é que Ele cresça e eu diminua”

"Pai, ensina-me a ser “gente boa como Samuel”, menos de mim e mais de Ti em mim, e assim poder ser instrumento para abençoar as pessoas que nos cercam. Ajuda-me a crescer em Graça na Tua presença. Amém"

No Amor de Cristo,

Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth