domingo, 15 de julho de 2018

Jeorão – um rei mau, que não deixou saudades


Jeorão – um rei mau, 
que não deixou saudades
Série: Personagens Bíblicos – Mensagem nr 0132 Crônicas 21.
Mensagem do dia 15/07/2018 (Domingo/Manhã) - Igreja Batista Mandacaru

& 2 Crônicas 21.20: Ele tinha trinta e dois anos quando começou a reinar e reinou oito anos em Jerusalém. Morreu sem deixar saudades; sepultaram-no na Cidade de Davi, porém não nos sepulcros dos reis” ARA

Introdução
Uma das melhores coisas deste mundo, no quesito relacionamento, é você ser querido, amado, é ser bem quisto e lembrado pelas pessoas, em especial as que amamos, não é verdade?

Mas quando o contrário acontece, quando alguém não é querido e amado pelas pessoas, será que a culpa é dela? Provavelmente sim. Mas também, às vezes mesmo fazendo coisas boas, podemos ser maltratados e injustiçados.

Bom, de uma coisa eu tenho certeza, “aquilo que plantamos, iremos colher um dia”. Gostamos de ter por perto pessoas amorosas, que nos fazem o bem e nos afastamos de pessoas cruéis, infelizmente é muito triste dizer, mas a realidade é que ninguém deseja ficar perto de pessoas que prejudicam outras, que maquinam e praticam o mau. Salomão disse que: “Quem semeia a maldade colhe a desgraça e será castigado pelo seu próprio ódio...” (Provérbios 22.8).

F Jeorão foi uma pessoa exatamente assim, vamos ver um pouco mais sobre sua vida

1. QUEM FOI JEORÃO?

JEORÃO. Significa “o Senhor é engrandecido”. A forma abreviada do nome é Jorão. Jeorão era o Filho mais velho de Josafá, rei de Judá. Seu pai, o rei Josafá foi um homem bom e piedoso, mas o seu maior erro, foi ter feito uma aliança com o rei Acabe (cap. 18). Depois de sua morte, Jeorão tornou-se seu sucessor, começou a reinar com 32 anos e reinou por 8 anos.

Uma curiosidade: Jeorão era casado com Atalia, filha de Acabe, consequência da aliança de seus pais. E talvez, isso explica o fato dele ter praticado a idolatria e andado nos mesmos caminhos da casa de Acabe, mas Jeorão também fez outras coisas terríveis e infelizmente teve um final de vida lastimável. Veremos na sequência!

2. O QUE FEZ JEORÃO?

O texto nos diz que Jeorão fez o que era mau diante do Senhor (v.6). Foi reprovado por Deus. Jeorão era um homem extremamente malvado, ele era o perverso, ganancioso e egoísta. Um dos fatos que comprova isso está registrado no versículo 4.

Josafá teve 7 filhos, Jeorão, Azarias, Jeiel, Zacarias, Azarias, Micael e Sefatias. E deu-lhes muitos presentes de prata e ouro e objetos de valor, bem como cidades fortificadas em Judá, mas o reino foi dado a Jeorão, por ser o filho mais velho.

V.4: “Logo Jeorão se fortaleceu no reino de seu pai, e matou à espada todos os seus irmãos, juntamente com alguns dos líderes de Israel”. Evidentemente que Jeorão os matou para que ninguém ameaçasse seu trono, lembrando que eles eram os sucessores diretos ao trono.
Mas ele também construiu altares e levou os habitantes à prostituição (v.11). Isso tudo aconteceu porque Jeorão abandonou o Senhor (v.10). Eis uma valiosa lição: Quando alguém abandona ao Senhor, o resultado é inevitável, tal pessoa passa a ter atitudes que desagradam a Deus e consequentemente se afastam cada vez mais DELE. 

Então, veio a Palavra do Senhor através do profeta Elias, que profetiza contra Jeorão (vv 12-15). E certamente toda a profecia se cumpriu. Vamos ver como foi o final de sua vida.

3. O FINAL DA VIDA DE JEORÃO

As consequências dos seus pecados tiveram longo alcance. Ele sofreu perdas militares, seu país foi destruído, a capital tomada, o palácio saqueado, suas mulheres levadas, todos os seus filhos foram mortos, com exceção do caçula, Acazias. Jeorão morreu vítima de uma doença dolorosa e terrível e foi sepultado sem honras de reis (vv. 16-20).

Morreu por conta de uma doença terrível (v19). E morreu sem deixar saudades e não teve glória nenhuma de rei (v.20). Que situação triste! Agora, a coisa mais curiosa é esta, Morreu sem deixar saudades”.  Noutras versões diz:

v  NVT: Ninguém lamentou sua morte.   
v  NTLH: “Quando morreu, ninguém sentiu falta dele”

Conclusão
Eu fiquei pensando nessa expressão, irmãos reflitam juntamente comigo:

Quando eu (você) morrer... Que lembranças deixarei? Que marcas ficarão? Como serei lembrado? Será que farei falta para alguém? Sentirão saudades? Que tipo de sentimento as pessoas terão ao se lembrar de mim?

Eu particularmente não quero ser lembrado por uma pessoa medíocre que passou pela vida e não foi relevante na vida de ninguém, que não fez a diferença. Não quero apenas ser diferente, pois ser deferente não significa nada se não fizermos a diferença. Se não contribuir, se não construir, se não edificar. Quero ser lembrado como servo do Senhor. Quero ser lembrado pelas pessoas como um bom amigo e companheiro. Alguém que soube amar e cuidar dos outros. Quero ser lembrado por ter dado bom testemunho. Falo isso não por orgulho ou glória pessoal, mas desejo de todo o meu coração essas coisas para que ao falarem ou lembrarem-se do meu nome (Paulo Berberth) o NOME sobre todo nome (Jesus Cristo), seja engrandecido, exaltado e glorificado.

Então... Imagine se você morresse hoje e enterrassem a ti por enterrarem. E o sentimento é de que você “foi tarde”, de que não deixará saudades nenhuma... Jeorão foi assim.

F E você, como será lembrado?

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth