domingo, 24 de junho de 2018

Zacarias e Isabel - Um casal abençoado



Série: Personagens Bíblicos – Mensagem nr 010Lucas 1
Mensagem do dia 24/06/2018 (Domingo/Manhã) - Igreja Batista Mandacaru

Introdução
Zacarias e Isabel foi um casal abençoado por Deus, pois foram escolhidos dentre muitos casais, para serem os pais do precursor do Salvador no mundo, João Batista. E com toda certeza não foram escolhidos à toa, o v. 6 mostra isso, revelando o caráter e a espiritualidade de ambos, pois “...eram justos aos olhos de Deus, obedecendo de modo irrepreensível a todos os mandamentos e preceitos do Senhor”. Portanto, podemos dizer que Deus escolheu com critérios apurados este casal. Vamos analisar o primeiro capitulo de Lucas e refletir um pouco sobre este casal abençoado.

1. QUEM ERAM ZACARIAS E ISABEL?
Zacarias era sacerdote da ordem de Abias (I Cr 24.10) e Isabel era descendente de Arão (sacerdote). Portanto, uma família sacerdotal. Eles “... não tinham filhos, porque Isabel era estéril, e para agravar a situação, ambos eram avançados em idade” (Lc 1.7). O que significava para o judeu não ter filhos? 

Filhos é sinal de bênção, de fertilidade. Talvez para muitos, a esterilidade não seja considerada um problema tão grande nos dias de hoje, quando muitos casais optam por não terem filhos. Aliás, infelizmente há muitos pais que maltratam seus filhos e muitos pais que sonham em ter filhos e não podem, somente quem passa por isso (esterilidade) e desejam ter filhos, sabe exatamente a dor que sentem.

Contudo, na época de Zacarias e Isabel, os rabinos judeus acreditavam que casais que não tivessem filhos era uma grande infelicidade e humilhação perante o povo (v.25). Além de ser um grande estigma na cultura judaica, a esterilidade também era motivo para o divórcio. A mulher sofria três vezes: 1. Com a esterilidade; 2. Com o divórcio; 3. Ninguém iria querer casar com ela.

Essa situação não deve ter sido nada fácil, mas o que parece é que com o passar do tempo, o casal aceitou a esterilidade e não guardaram nenhum rancor no coração por causa disso. Eles bem que podiam ser pessoas revoltadas, amarguradas, mas apesar disso, eles eram justos diante de Deus e irrepreensíveis diante dos homens. Inclusive, todos os vizinhos, amigos e familiares notavam suas qualidades. Que testemunho maravilhoso!

Jesus alertou Seus discípulos e o povo contra muitos dos sacerdotes, escribas e fariseus daquele tempo, Está registrado em Mateus 23.3, quando ELE diz não imiteis nas suas obras; porque dizem e não fazem”. Mas Zacarias e Isabel, pregava e vivia a mensagem de maneira exemplar. Diz o texto que eles eram “... obedientes a todos os mandamentos e preceitos do Senhor”.

F Bela lição: O único caminho para enfrentar as dificuldades e permanecer justo, reto, obediente e irrepreensível é permanecer fiel e ficar na presença do Senhor, olhando para o nosso Deus todos os dias com diligência e devoção.

2. ZACARIAS NO TEMPLO
Zacarias foi para o templo, era um dia comum do seu ministério, ele foi escolhido por sorteio de acordo com a tradição do sacerdócio, para entrar no santuário do Senhor e oferecer incenso (v.9). Normalmente o sacerdote saía do Templo proferindo a bênção sacerdotal (Araônica): “O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; o Senhor sobre ti levante o seu rosto e ti dê a paz” (Nm 6.22-27). Mas alguma coisa estava acontecendo com Zacarias, pois ele estava demorando muito para sair do templo e o povo estava orando do lado de fora e estavam esperando por ele. O que aconteceu lá dentro? Leiamos Lucas 1.11-17:

& 11 Então um anjo do Senhor apareceu a Zacarias, à direita do altar do incenso. 12 Quando Zacarias o viu, perturbou-se e foi dominado pelo medo. 13 Mas o anjo lhe disse: "Não tenha medo, Zacarias; sua oração foi ouvida. Isabel, sua mulher, lhe dará um filho, e você lhe dará o nome de João. 14 Ele será motivo de prazer e de alegria para você, e muitos se alegrarão por causa do nascimento dele, 15 pois será grande aos olhos do Senhor. Ele nunca tomará vinho nem bebida fermentada, e será cheio do Espírito Santo desde antes do seu nascimento. 16 Fará retornar muitos dentre o povo de Israel ao Senhor, o seu Deus. 17 E irá adiante do Senhor, no espírito e no poder de Elias, para fazer voltar o coração dos pais a seus filhos e os desobedientes à sabedoria dos justos, para deixar um povo preparado para o Senhor".

O que se espera de um sacerdote neste momento? Que cresse nas palavras do Anjo, mas não foi essa a postura que Zacarias teve, ele perguntou ao anjo, V.18: "Como posso ter certeza disso? Sou velho, e minha mulher é de idade avançada".

Eis uma grande lição para todos nós: Zacarias era um homem de Deus, um religioso, um sacerdote, esperava-se dele, que neste momento crucial, fosse a pessoa “mais crente do mundo”, mas ele duvidou da palavra do anjo. Essa incredulidade não foi aliviada, teve uma consequência, vv. 19-20: 19 O anjo respondeu: "Sou Gabriel, o que está sempre na presença de Deus. Fui enviado para lhe transmitir estas boas novas. 20 Agora você ficará mudo. Não poderá falar até o dia em que isso acontecer, porque não acreditou em minhas palavras, que se cumprirão no tempo oportuno".

E assim ele saiu do templo, mudo. Zacarias duvidou. Ele perdeu, o que no caso dele, era mais precioso e útil, sua voz! Isso, devido a sua incredulidade – Zacarias perdeu temporariamente a voz. Só que, muitas vezes agimos como Zacarias, oramos e duvidamos, inclusive ao receber, muitas vezes não acreditamos que Deus atendeu a nossa oração. No caso de Zacarias, ficou mudo, conforme a palavra do anjo Gabriel. Mas algo grande e tremendo estava para acontecer.

3. A FELICIDADE DE ISABEL E ZACARIAS
v. 24 diz que Isabel engravidou. E no v. 25 ela faz uma bela declaração dizendo: “Isto é obra do Senhor! Agora ele olhou para mim favoravelmente, para desfazer a minha humilhação perante o povo".

Alegria pela gravidez e por agora ser considerada abençoada. Não carregar mais a desonra, a vergonha de ser estéril diante dos outros sacerdotes e diante do povo. Isabel concebeu e deu à luz, conforme o anjo anunciou, apesar de sua idade avançada. “Porque para Deus nada é impossível” (Lc 1.37). Inclusive, no nascimento de João Batista, os vizinhos e parentes ouviram falar da grande misericórdia que o Senhor lhes havia demonstrado e se alegraram com o casal (v.57). Zacarias voltou a falar e adorou ao Senhor (v.64).

Neste momento, talvez você deve estar pensando no nascimento do seu filho, filha ou filhos, ou ainda, se você ainda não é pai/mãe – pense num momento de extrema alegria. Como é bom contemplar a fidelidade de Deus em nossas vidas, não é verdade?

Conclusão
Diz ainda o texto que essa história maravilhosa encheu as pessoas de temor e por toda a região comentava-se sobre essas coisas (v.65). Zacarias oferece um cântico de gratidão a Deus. Vemos isso em vv. 68-79. Bendizendo ao Senhor. Louvor e adoração é fruto de um coração grato ao Senhor. Podemos orar agradecendo ao nosso BOM DEUS pelas bênçãos em nossas vidas, em especial pela Salvação, pelos benefícios da vida eterna e pelas responsabilidades que temos.

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth