domingo, 17 de junho de 2018

JÓ - "Um homem provado e aprovado" Parte 02



Série: Personagens Bíblicos – Mensagem nr 009 – Jó 42.5
Mensagem do dia 17/06/2018 (Domingo/Manhã) – Igreja Batista Mandacaru

📖  Jó 42.5:  “Antes, eu só te conhecia de ouvir falar; agora, eu te vi com meus próprios olhos”. NVT

Terminei a parte um refletindo nas seguintes questões:
Reflita: 💭  De onde pode vir o nosso sofrimento?
ÿ       Más escolhas pessoais, podem nos provocar sofrimentos;
ÿ       Más escolhas dos outros, podem nos provocar sofrimentos;
ÿ       Deus pode provar a nossa fé através do sofrimento;
ÿ       Podemos estar numa batalha espiritual (opressão maligna);
o   Mas, nem tudo é culpa do diabo – como alguns afirmam;
ÿ       O sofrimento pode ser por causa de uma catástrofe da natureza;
o   Tsunami na Indonésia: Será que é culpa de Deus? Deus faz por vingança?
ÿ       Onde está Deus durante o sofrimento?


3.     Lições sobre o sofrimento de Jó

No livro, podemos ver claramente a integridade, a fé e a perseverança de Jó em meio aos problemas. Ele foi provado e aprovado por Deus.

Eis uma lição: Para ser (ou estar) aprovado, seremos provados – é necessário a prova para a aprovação. Jó foi provado e não desfaleceu, manteve-se firme na fé. Assim como aconteceu com ele, guardada as proporções, acontecem conosco também. Deus muitas vezes prova a nossa fé através das dificuldades, dos problemas, dos dilemas da vida. Com isso, aprendemos também que a vida não é um mar de rosas, ou seja, iremos passar por sofrimentos, mas é possível supera-los.  

“Há tribulações que são inevitáveis ao ser humano”. Você concorda? Claro que, o que depender de nós, podemos até evitar algumas situações, mas há situações que não conseguimos evitar por não estarem em nosso alcance.

A verdade é que todos sofrem e todos passam por tribulações, independente da religião, da idade ou da condição financeira, todos passam por tribulações, nas mais diversas áreas. Independente das decisões que tomamos, a direção que seguimos, as tribulações nos afetarão, pois é inevitável a isenção delas.

Isso não quer dizer que seja uma visão pessimista ou conformista, mas sim uma visão bíblica, Jesus mesmo disse: “Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham bom ânimo! Eu venci o mundo" (João 16.33). A grande questão é:

F Como extrair das situações ruins, coisas boas? Como lidar com o sofrimento?

Podemos fazer como Jó, encarar o sofrimento com fé, esperança, confiança e convicção de que o Senhor sabe o que está fazendo e tem o melhor para as nossas vidas. Apesar de não compreendermos muitas das coisas que nos acontecem, aprendemos com Jó que soube viver para a glória a Deus, ignorando as más palavras dos amigos e esposa e seguir em frente.
📖  Jó 1.21, Jó disse: "Saí nu do ventre de minha mãe, e estarei nu quando partir. O Senhor me deu o que eu tinha, e o Senhor o tomou. Louvado seja o nome do Senhor!".

📖  Jó 2.9-10: 9 Sua esposa lhe disse: "Você ainda tenta manter sua integridade? Amaldiçoe a Deus e morra!". 10 Jó respondeu: "Você fala como uma mulher insensata. Aceitaremos da mão de Deus apenas as coisas boas e nunca o mal?". Em tudo isso, Jó não pecou com seus lábios.

📖  Jó 42.1-5: 1 Então Jó respondeu ao Senhor: 2 "Sei que podes fazer todas as coisas, e ninguém pode frustrar teus planos. 3 Perguntaste: 'Quem é esse que, com tanta ignorância, questiona minha sabedoria?' Sou eu; falei de coisas de que eu não entendia, coisas maravilhosas demais que eu não conhecia. 4 Disseste: 'Ouça, e eu falarei! Eu lhe farei algumas perguntas, e você responderá'. 5 Antes, eu só te conhecia de ouvir falar; agora, eu te vi com meus próprios olhos.

Independente das situações que iremos passar ou que estivermos passando, podemos dizer que “tudo coopera para o nosso bem” e que “Deus será sempre glorificado através de nossas vidas”, se suportarmos os sofrimentos como Jó suportou. Contudo para sermos como Jó, além da perseverança e firmeza na fé temos de ser... “íntegros e corretos (justos); tementes a Deus e nos manter afastados do mal (evitando o mal)...” Jó mostrou quem Deus é. Testemunhou de sua fé. Manteve seu caráter reto. Reconheceu quem era Deus.

Conclusão
Dizem que uma boa escola é a do deserto, da dor, do sofrimento, pois nela aprendemos a valorizar o Deus que nos fortalece, anima, sustenta, consola, conforta e nos mantem em pé, firmes e constantes. Portanto, aprenda as valiosas lições desta escola do Senhor. Viva na dependência de Deus e confie totalmente em sua ação.

Mas para pensarmos: Talvez Ele não esteja tão interessado em mudar a situação, quanto mudar o seu coração, o seu caráter, a sua espiritualidade e maturidade. E que durante as nossas vidas possamos dizer como JÓ disse sobre Deus: “Antes, eu só te conhecia de ouvir falar; agora, eu te vi com meus próprios olhos”.

Nós não temos a certeza de que as coisas irão melhorar (nas áreas física, material), mas temos a convicção de que ele vai trabalhar nossa vida espiritual e temos a certeza de que Deus está cuidando de nós.

No Amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth