segunda-feira, 20 de julho de 2015

Simplesmente Ama


Simplesmente Ama

O encantador Salmo 116 comove pelo seu começo, que dá o tom de toda a experiência do salmista: "Amo o Senhor Deus". Só então o salmista anuncia as suas dificuldades. Isso mostra que ele enfrenta os seus problemas na perspectiva da fé, tudo o que ele diz vem desta convicção. Esta é a mensagem central do salmo, o salmista ama a Deus por quem o Senhor Deus é em sua vida e por causa de sua experiência pessoal com ele. Assim, se não recebe dele o que espera, Deus continua sendo o seu Senhor e ele vai continuar a amar o seu Deus. Assim deveria ser o sentimento e a postura de todos nós.

Deus não precisa provar que é Deus, Ele já o é e assim é amado. Se Deus faz um milagre o salmista o ama, se Deus intervém o salmista o ama, se Deus não resolve o problema o salmista o ama. E por amar assim é que ele oferece sacrifícios de louvor a Deus. No v. 12 ele pergunta, “Como posso retribuir ao Senhor toda a sua bondade para comigo?”. E nos versículos 14 e 18 ele afirma com muita compaixão “Cumprirei para com o Senhor os meus votos, na presença de todo o seu povo”.

É fácil perceber que o povo “evangeliques” dos dias de hoje não são ensinados a louvar a Deus pelas razões corretas e bíblicas, são ensinados e estimulados a terem com Deus uma espécie de relacionamento comercial, de barganha, de troca e de promessas mentirosas e heréticas a respeito do que Deus supostamente tem de fazer e por isso decretam e exigem de Deus tais coisas que desejam.

No entanto, o salmista diz de todo o coração, "eu amo o Senhor". Bela lição: Quem ama a Deus, o ama até o fim, o ama independente das circunstancias, o ama independente de suas respostas, o ama por quem ELE é e representa em sua vida, simplesmente ama.

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth