quinta-feira, 16 de julho de 2015

Consolo nas Tribulações - 01

Consolo nas Tribulações - 01

Introdução
Nesses últimos dias, tenho pensado muito numa palavra, “CONSOLAÇÃO”, mas junto dela penso também noutra, TRIBULAÇÃO. Acredito que este texto (2 Coríntios 1.3-4) expressa muito bem o que sentimos nos momentos de tribulações, de tristezas, de dor e sofrimento, contudo eu creio que podemos extrair coisas boas das coisas ruins, podemos pensar em lições preciosas para as nossas vidas.

Vamos pensar em pelo menos 3 VERDADES delas: A 1ª Verdade: É que Passaremos por tribulações; a 2ª Verdade: É que seremos consolados por Deus; e a 3ª Verdade: É que temos a oportunidade de consolar aqueles que estiverem atribulados.

3 Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, 4 que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações” (2 Coríntios 1.3-4).

1ª VERDADE: Passaremos por tribulações.
Sim, esta é uma afirmação. As tribulações são inevitáveis ao ser humano. Todos sofrem e todos passam por tribulações, independente da religião, da idade, da condição financeira, independente do caminho que escolhe trilhar, todos passam por tribulações, nas mais diversas áreas. Até mesmo o crente ao contrário do que a teologia da prosperidade prega dizendo que não passam e nunca passarão por dificuldades e se estiverem passando é por falta de fé, será? Não! Jesus mesmo disse: “Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham bom ânimo! Eu venci o mundo" (João 16.33).

As tribulações que Paulo se referia, eram as que ele passava em seu ministério, sempre havia algo tentando enfraquecê-lo, restringir ou limitar o seu ministério, ou até mesmo em muitos momentos acabarem com a sua vida. Ele tinha consciência de que ser ministro do Evangelho o levaria à diversas tribulações. Disse ele: 22 E, agora, constrangido em meu espírito, vou para Jerusalém, não sabendo o que ali me acontecerá, 23 senão que o Espírito Santo, de cidade em cidade, me assegura que me esperam cadeias e tribulações” (Atos 20.22-23). 

Mas Paulo sabia que Deus o sustentaria e o fortaleceria até o fim. E você, tem passado por tribulações? Imagino que sim! Portanto saiba que as tribulações são normais na vida de todos nós. Apenas confie em Deus, pois ELE sempre está no controle.


No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth