domingo, 26 de outubro de 2014

DIA DE ELEIÇÃO

DIA DE ELEIÇÃO

4 O rei que exerce a justiça dá estabilidade ao país, mas o que gosta de subornos o leva à ruína. 5 Quem adula seu próximo está armando uma rede para os pés dele. 6 O pecado do homem mau o apanha na sua própria armadilha, mas o justo pode cantar e alegrar-se. 7 Os justos levam em conta os direitos dos pobres, mas os ímpios nem se importam com isso” (Provérbios 29.4-7)

Quero apenas fazer uma pequena reflexão sobre o dia de hoje. Um dia importante para nossa nação. Hoje é dia de eleição em nosso país, estamos prestes a eleger o nosso futuro líder político.  E no meu modo de avaliar as coisas, ambos os candidatos são ruins de mais para aquilo que entendo ser um governo com VERDADE, JUSTIÇA E PAZ. Para um governo que tenha honestidade, amor à vida e não aos próprios bolsos, princípios e valores bíblicos, ou pelo menos que tenham valores e princípios da ética e da moral que seja considerado por todos como algo bom e justo e que beneficiaria o povo e não os políticos e partidos.

Mas infelizmente a história mostra que no Brasil, ou que o Brasil está longe de ser um país de governantes honestos, limpos e sem manchas em sua reputação e caráter duvidoso. Podemos contar nos dedos os que têm uma vida assim, digna de confiança e por isso que a política está em descrédito hoje em dia. Outra coisa, infelizmente estes nunca ganham e mesmo que ganhassem não iriam suportar a pressão do sistema corrupto que existe na política.

Eu achei o texto de Provérbios 29 fantástico, bem atual à realidade que vivemos. É por isso que a Bíblia é viva e eficaz. Ela é o jornal de ontem, de hoje e de amanhã. Portanto, atualíssima em todos os assuntos. Compare e veja se ela não está correta em suas afirmações.

A CONSEQUENCIA DO GOVERNO JUSTO E INJUSTO V.4: “O rei que exerce a justiça dá estabilidade ao país, mas o que gosta de subornos o leva à ruína”.  Isso te lembra do que? Feche os olhos e pense bem, será que vivemos um governo de subornos ou de honestidade?

O GOVERNO DOS MAUS E INJUSTOS CAIRÁ EM SUAS PRÓPRIAS ARMADILHAS Vv.5-6:  5 Quem adula seu próximo está armando uma rede para os pés dele. 6 O pecado do homem mau o apanha na sua própria armadilha, mas o justo pode cantar e alegrar-se”.  Meu vô Carlos dizia: “Filho aquele que anda de maneira justa e honesta, não precisa andar de cabeça baixa e com vergonha dos outros, pode andar de cabeça erguida, este quando vir um carro da polícia não precisará se esconder, pois quem não deve, não teme.

O JUSTO SE PREOCUPA COM O POVO, MAS O INJUSTO CONSIGO MESMO V. 7: 7 Os justos levam em conta os direitos dos pobres, mas os ímpios nem se importam com isso”. Falar e prometer é uma coisa, agora governar em pró do povo não é para qualquer um, infelizmente até hoje não vivenciei um governo que preocupasse de verdade com o povo, mas governos que tiram proveito e benefícios que não tem direito, enquanto povo sofre.

Para finalizar leiam os vv. 1-2: 1 Quem insiste no erro depois de muita repreensão, será destruído, sem aviso e irremediavelmente. 2 Quando os justos florescem, o povo se alegra; quando os ímpios governam, o povo geme”.

Vote bem. Escolha o seu governante, mas saiba que você será responsável por esta escolha e os resultados da sua escolha quem sofrerá não é apenas você, mas um país inteiro.

Minha oração: “Pai, aos nossos olhos as coisas parecem impossíveis dar certo, mas cremos que o Senhor é poderoso para mudar situações e transformar corações. Portanto, lhe peço que esteja tocando o coração do nosso futuro governante, para que ele governe com justiça, com honestidade, amor, verdade e paz”.


No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth