domingo, 21 de setembro de 2014

A DRACMA PERDIDA

A DRACMA PERDIDA
Mensagem do dia 21/09/2014 (Domingo/Manhã)
Igreja Batista Central em Toledo
Série: As Parábolas de Jesus – 03 – Texto: Lucas 15.8-10

8 Ou, qual é a mulher que, possuindo dez dracmas e, perdendo uma delas, não acende uma candeia, varre a casa e procura atentamente, até encontrá-la? 9 E quando a encontra, reúne suas amigas e vizinhas e diz: ‘Alegrem-se comigo, pois encontrei minha moeda perdida’. 10 Eu lhes digo que, da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende" (Lucas 15.8-10).

INTRODUÇÃO
Jesus segue com a segunda parábola, primeiro Ele fala sobre “a ovelha perdida”, mostrando que assim como o pastor cuida muito bem de todas as ovelhas especialmente daquela que está perdida, da mesma forma DEUS o faz. Agora, Jesus conta outra parábola, sobre “a dracma perdida”.

Dracma. É uma moeda grega que possuía aproximadamente o mesmo valor do denário romano, era equivalente a um dia de trabalho, quase 4 gr. de prata (3,6 gr.). A mulher citada por Jesus, provavelmente era uma camponesa pobre que possuía 10 dracmas. Poderia ser uma espécie de poupança da família, ou, as moedas poderiam ter sido o dote da mulher, e ainda, aquelas moedas poderiam ser tudo o que a mulher tinha. Ambas as teorias explicam a urgência da busca da mulher e a extensão da sua alegria quando a moeda fora encontrada.

Há uma expressão aparentemente insignificante, mas que na verdade é extremamente importante, inclusive ela une esta parábola com a anterior: "até encontrá-la" (vv. 4, 8). O pastor procura a ovelha e a mulher procura a moeda “até que ambos encontram o que fora perdido”. A ovelha. Para um pastor é um animal de enorme importância econômica como fonte de carne, laticínios, lã e couro. Já a dracma para a mulher teria a importância sentimental (caso fosse seu dote), e uma questão de suprimento financeiro, já que provavelmente era uma mulher pobre. Independente disto, quem é que gosta de perder dinheiro? Ninguém!

A lição é a mesma: Alegria por encontrar o que estava perdido. Quando a dracma é encontrada, a mulher reúne suas amigas e vizinhas e diz: “Alegrem-se comigo, pois encontrei minha moeda perdida”. Agora me digam: Se uma dracma vale um dia de trabalho para os homens, e ao encontrar um valor tão importante, há comemoração, quanto é que vale então uma vida para Deus? A resposta está no v. 10: “Eu lhes digo que, da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende".

O pastor e a mulher queriam de volta o que fora perdido. Da mesma forma, Deus quer seus filhos perdidos de volta à Sua grande família. Há muitos perdidos que precisam ser encontrados. Há muitas festas ainda para serem realizadas no céu. E nós temos um papel importante nisto.

Você tem cumprido o seu papel pessoal de anunciar Cristo, a todos que perdidos estão?


No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth