domingo, 29 de junho de 2014

Salmo 126 – Alegria e Louvor por Recomeçar


Salmo 126 – Alegria e Louvor por Recomeçar.
Mensagem do dia 29/06/2014 (Domingo/Noite) 
Igreja Batista Central em Toledo
 “Recomeçar é ter alegria e esperança em Deus de que as coisas vão melhorar”.

Introdução
Recomeçar não é nada fácil, principalmente porque o recomeço acontece depois de momentos difíceis e dolorosos. E geralmente todo recomeço traz-nos esperança, esperança de que as coisas vão melhorar e serão diferentes. Esperança de que a dor e os dilemas serão superados, as cicatrizes serão curadas. O Salmo 126 – É um louvor pelo retorno do cativeiro

O mau hábito de citar passagens fora do contexto prejudica muito no entendimento da Bíblia. E o Salmo 126 (principalmente os versículos 5-6), tem sido usado para embasar mensagens missionárias, sobre a necessidade de evangelizar e para dizer que a pregação não voltará vazia para aquele que tem levado a semente. Ou seja, “quem prega o evangelho chorando, voltará sorrindo trazendo seus frutos”. Embora isso possa acontecer, não é o que o texto diz. O salmo 126 não trata de evangelização, nem de missões, nem assegura que quando se prega há conversões (até porque quem faz a obra é Deus e não o pregador).

Creio na obra de evangelização e na importância de se fazer missões, mas o salmo não fala da necessidade de pregar e que Deus abençoa a pregação (apesar DELE fazer isso). Por isso, não podemos dar ao texto bíblico o sentido que queremos dar e fazê-lo dizer o que queremos, faze-lo dizer o que ele não diz. Ao contrário, este é um salmo de alegria e de pedido de colheita abençoada. O Salmo celebra a bênção do Deus libertador (v.3) e pede a bênção do Deus preservador (v.4) “Restaura, SENHOR, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe”. Façamos a leitura dele!
 
& Salmo 126.1-6: 1 Quando o Senhor trouxe os cativos de volta a Sião, foi como um sonho. 2 Então a nossa boca encheu-se de riso, e a nossa língua de cantos de alegria. Até nas outras nações se dizia: "O Senhor fez coisas grandiosas por este povo". 3 Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres. 4 Senhor, restaura-nos, assim como enches o leito dos ribeiros no deserto. 5 Aqueles que semeiam com lágrimas, com cantos de alegria colherão. 6 Aquele que sai chorando enquanto lança a semente, voltará com cantos de alegria, trazendo os seus feixes”. NVI

Vamos ao contexto do Salmo. O povo tinha voltado do cativeiro, olha só o sentimento que permeava o coração do povo de Deus, v.1: Quando o Senhor trouxe os cativos de volta a Sião, foi como um sonho”. Este era o sentimento do povo, estavam como que sonhando. Estavam felizes. A real experiência da liberdade, tão inesperada, mais parecia um sonho do que realidade.

Historiadores dizem que isto aconteceu por volta do ano 537 a.C., conforme  2Crônicas 36.21-23 e Esdras 1.1-5. O povo de Israel foi liberado por Ciro, rei da Pérsia, para que subissem a Jerusalém de Judá e edificassem a Casa do SENHOR, Deus de Israel, para que se cumprisse a palavra do SENHOR. Este Salmo vem depois do Salmo 137, composto no exílio. Intitulado: Saudades da Pátria. Outra curiosidade, pois não apenas os livros da Bíblia estão fora de ordem, os salmos também. Portanto, o ponto central é este: voltaram para casa depois de 70 anos. Que alegria! Quem é que não gosta de voltar para casa? É emocionante e sempre maravilhoso quando volto para casa, em minha terra, em minha cidade natal.
& Vv. 2-3: 2 Então a nossa boca encheu-se de riso, e a nossa língua de cantos de alegria. Até nas outras nações se dizia: "O Senhor fez coisas grandiosas por este povo". 3 Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres”.

Primeiramente Deus é reconhecido pelas nações ao redor (v.2), Até nas outras nações se dizia: O Senhor fez coisas grandiosas por este povo”. E depois pelos remanescentes que voltaram para Jerusalém (v.3), Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres”. Testemunho para os de fora e para os de dentro.

Bom... é verdade que nem sempre estamos felizes, mas o que lhe deixa feliz? Você tem motivos para estar feliz?  Você está feliz? Quais momentos de sua vida que você ficou extremamente feliz? Pense! Relembre! (Vamos ter aqui uma seção nostalgia). Momentos em que depois de uma grande luta e dificuldade, Deus colocou em sua boca, motivos de júbilos e de louvor. Vocês poderiam dizer: Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres”.

& Vv. 4-6: 4 Senhor, restaura-nos, assim como enches o leito dos ribeiros no deserto. 5 Aqueles que semeiam com lágrimas, com cantos de alegria colherão. 6 Aquele que sai chorando enquanto lança a semente, voltará com cantos de alegria, trazendo os seus feixes”.

O povo tinha um pedido muito importante. “Restaura-nos Senhor”. No passado o povo teve muita abundância. No tempo de Salomão, a prata era como pedra na rua. Agora, ex-escravos, tinham uma terra arrasada e abandonada há 70 anos para cultivar. Teriam que recomeçar, reconstruir. A situação era muito grave, eles não tinham mais nada, leiamos Neemias 5.1-5:

“1 Ora, o povo, homens e mulheres, começou a reclamar muito de seus irmãos judeus. 2 Alguns diziam: Nós e nossos filhos e filhas somos numerosos; precisamos de trigo para comer e continuar vivos. 3 Outros diziam: Tivemos que penhorar nossas terras, nossas vinhas e nossas casas para conseguir trigo para matar a fome. 4 E havia ainda outros que diziam: Tivemos que tomar dinheiro emprestado para pagar o imposto cobrado sobre as nossas terras e as vinhas. 5 Apesar de sermos do mesmo sangue dos nossos compatriotas e dos nossos filhos serem tão bons quanto os deles, ainda assim temos que sujeitar os nossos filhos e as nossas filhas à escravidão. E, de fato, algumas de nossas filhas já foram entregues como escravas e não podemos fazer nada, pois as nossas terras e as nossas vinhas pertencem a outros" NVI

Olha que situação terrível. Não tinham mais nada. Então eles pedem que Deus os ajude a reconstruir suas vidas. Deus deu-lhes a liberdade e agora eles precisam refazer suas vidas.  Lembrei-me das catástrofes que aconteceram em nosso país e no mundo a fora, por conta das enchentes, alagamentos, por causa dos tsunamis (Japão, Indonésia). Imaginem a cena depois de tudo, eles olhando para os destroços e pensando: E agora o que vou fazer?

Algo para pensarmos: Se analisarmos bem, assim como acontecia com o povo de Israel, pode acontecer conosco. Clamar a Deus somente na dor e se esquecer Dele na alegria. Devemos cuidar para que isso não aconteça. Boa lição: Deus liberta e cuida do seu povo. Deus não faz as coisas pela metade. Bela figura da obra dele em Cristo, por nós. Jesus Cristo libertou-nos e nos mantém livres cuidando de nossas vidas em todos os sentidos, conforme Gálatas 5.1: “Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão”.
É justo pedirmos bênçãos a Deus e que Ele complete sua obra em nós. O versículo 4 foi um pedido importante para restauração. Os versículos 5 e 6 podem ser vistos como uma resposta de Deus. “Podem ir, vão, mesmo que chorando, eu abençoarei e vocês voltarão cantando, Eu os abençoarei e mudarei a sua sorte”.

Promessa de Deus para o povo de Israel. A obra seria completada. Mas à luz de Ageu, eles desanimaram com as dificuldades e abandonaram a construção do templo, pensaram mais em suas próprias casas por isso, Deus também os abandonou para que aprendessem uma lição.

& Ageu 1.9-11: "Vocês esperavam muito, mas, para surpresa de vocês, acabou sendo pouco. E o que vocês trouxeram para casa eu dissipei com um sopro. E por que fiz isso?", pergunta o Senhor dos Exércitos. "Por causa do meu templo, que ainda está destruído, enquanto cada um de vocês se ocupa com a sua própria casa. Por isso, por causa de vocês, o céu reteu o orvalho e a terra deixou de dar o seu fruto. Provoquei uma seca nos campos e nos montes, que atingiu o trigo, o vinho, o azeite e tudo mais que a terra produz, e também os homens e o gado. O trabalho das mãos de vocês foi prejudicado".

Deus deu uma oportunidade incrível, o povo não aproveitou e abandonou a Deus. Contudo, se eles aprendessem a lição, se eles se corrigissem, seriam abençoados. Eles se corrigiram e Deus cumpriu sua Palavra abençoando-os.
  
& Ageu 2.18-19: "A partir de hoje, dia vinte e quatro do nono mês, atentem para o dia em que os fundamentos do templo do Senhor foram lançados. Reconsiderem: Ainda há alguma semente no celeiro? Até hoje a videira, a figueira, a romeira e a oliveira não têm dado fruto. Mas, de hoje em diante, abençoarei vocês".

Podemos pedir, mas devemos permanecer firmes na obra de Deus. Isso não é barganha. A bênção está ligada à consagração de vida. Aos obedientes. Não há bênção para rebeldes e os que abandonam ao Senhor. A Bíblia é clara: “Aqueles que Observam atentamente, perseveram na prática, aqueles que praticam a Palavra de Deus e não são apenas ouvintes, serão bem-aventurados em tudo o que fizer” (Tiago 1.25).

Há pessoas quem tem uma vida toda enrolada, lotada de problemas, são infelizes, por quê? São rebeldes e não querem obedecer a Deus. Pensam em seus próprios projetos e se esquecem dos projetos que Deus tem a eles. E ainda por cima dizem que Deus não os ama. Mas quem abandou quem? Mas Deus, é um Deus do recomeço, sempre dá novas oportunidades para recomeçar.

Conclusão
Este era um salmo cantado nas festas anuais, na ida ao templo e em procissão, lembrando de tudo que Deus fizera por eles. A lembrança do passado servia de estímulo para pedir no presente. E o presente, lembrava o passado. Eis uma última advertência: Nossas experiências vividas com Deus não podem ser esquecidas. É muito bom lembrar o que Ele nos fez. E o que Ele fez deve nos estimular a continuar firmes na fé. O Deus que tem cuidado de nossa vida espiritual e material continuará a cuidar. Que Ele seja louvado por isto!


Façamos um exercício agora (feche seus olhos). 1. Olhe o presente perceba, reconheça as bênçãos de Deus. 2. Olhe para o passado recorde, lembre as experiências que vivenciou com Deus. Lembre de como Deus é e sempre foi fiel.  Assim, poderá dizer: “... Grandes coisas fez o SENHOR por mim; por isso, estou alegre”. 

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth


Clique no link e baixe o slide da mensagem

Um comentário:

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth