domingo, 15 de junho de 2014

Onde está DEUS?


Onde está DEUS?
Mensagem do dia 15/06/2014 (Domingo/Noite) 
Igreja Batista Central em Toledo

“Quando os fundamentos estão sendo destruídos, que pode fazer o justo (fiel)? O Senhor está no seu santo templo; o Senhor tem o seu trono nos céus. Seus olhos observam; seus olhos examinam os filhos dos homens” (Salmo 11.3-4) NVI

Introdução
A pergunta de Davi pode ser a nossa também, ou pode ser a de inúmeras pessoas que não conhecem a Deus. Quando os fundamentos estão sendo destruídos. Quando os dilemas deste mundo nos afligem. Quando perdemos o chão. Quando não sabemos o que fazer. Pense nas situações mais complexas e difíceis que podemos nos encontrar. Talvez este momento seja algo em nossa família, no casamento, em relação aos filhos, ou aos pais, talvez seja uma questão complicada com a saúde, ou na área financeira. Quem sabe até alguma necessidade bem básica. Talvez perdemos o chão por causa da morte de uma pessoa querida, quando nossa vida emocional e espiritual estão totalmente esgotadas. Então perguntamos: Onde está Deus?

Mas antes de perguntarmos, onde está Deus? Devemos perguntar: Quem é Deus? Como Ele age? Como ele se relaciona com o mundo e com a humanidade? O que Ele fez na história?

Curiosamente, Davi responde à sua pergunta com uma declaração: O Senhor está no seu santo templo; o Senhor tem o seu trono nos céus. Seus olhos observam; seus olhos examinam os filhos dos homens”. Sua intenção é inconfundível, veja: Deus não muda por causa de nossas tempestades. Ele não recua diante de nossos problemas. Ele não se espanta com nossas dificuldades. Ele está no seu santo templo. Ele está no seu trono nos céus. Prédios podem cair, fortalezas podem desmoronar, mas Deus, não. Destroços e escombros nunca o desanimaram, nada pode intimidá-lo. A história diz que Deus sempre transformou a tragédia em triunfo.

Poderíamos citar muitos homens e mulheres que tiveram sua vida mudada por Deus: Abraão, Moisés, José, Daniel, Davi, Jó, Rute, Ester, Raabe e outros... Personagens que vivenciaram momentos tenebrosos, complicados e difíceis. Qual deles poderia ver algo de bom nesses momentos terríveis? De fato, nenhum deles. Todavia, como entender o mau que nos acomete? Em todos os casos Deus agiu e transformou as situações. Não faria ele o mesmo por nós?

ONDE ESTÁ DEUS? O Senhor está no seu santo templo; o Senhor tem o seu trono nos céus. Seus olhos observam; seus olhos examinam os filhos dos homens”.

Em nossos momentos mais difíceis, podemos nos lembrar de que DEUS sempre está presente. Ele ainda está no seu templo, ainda está no seu trono, mas também está presente em nossas vidas, de maneira pessoal e intima participa de nossos dilemas. Este Deus, ainda está no controle de todas as coisas (nunca perdeu o controle e nunca perderá) e continua observando e examinando os filhos dos homens. Ele ainda transforma situações.

Ok! Quem conhece a Deus sabe disso, e quem não conhece? Qual a visão deles a respeito de Deus? O que eu tenho feito para a formação da imagem que as pessoas terão de Deus? Falo isso porque geralmente, o mundo possui muitas perguntas que os afligem durante os momentos difíceis da vida, como por exemplo: Onde está Deus em tudo isso? Deus se importa realmente com a humanidade? Deus intervém? Ele age? O bem pode resultar do mal? Ou seja, Deus transforma o mal em bem? E a oração — será que Deus realmente está nos ouvindo?

ONDE ESTÁ DEUS? Quando acontece uma tragédia, seja ela de ordem pessoal, ou quando muitas pessoas são afetadas, como no caso das enchentes, tempestades, tsunamis. E quando um doido resolve entrar armado numa escola infantil matando crianças, professores e quem achar pela frente. Ou até mesmo quando nos sentimos injustiçados por algo que nos acomete, encontramos pessoas cegamente indignadas (decepcionadas) com Deus dizendo: “Como Deus pôde permitir tais coisas? No que ele estava pensando? Ele realmente está no controle? Podemos confiar a condução do universo a alguém que permite isso? Ele deveria estar muito ocupado. Não sei não, acredito que Deus não ama o mundo como dizem!”.

Primeiramente, é importante saber que Deus não é culpado pela maldade humana e nem pelas catástrofes que acontecem no mundo a fora. Geralmente o culpado pela dor é o próprio homem que não tem Deus no coração e fazem o que é mau aos olhos do Senhor, assassinando, roubando, causando dor e sofrimentos alheios, até mesmo destruindo e desprezando a natureza.

Em segundo lugar, Ele é um Deus totalmente presente em nossas vidas. Além disso, é também um Deus pessoal que se relaciona com os teus filhos e está sempre disposto a nos atender e socorrer. Como diz o Profeta Isaías bem disse: “Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para não poder ouvir” (Is 59.1).

Por ultimo, é importante reconhecer que somos limitados e Deus não é, ELE é infinitamente superior a nós, Ele habita numa esfera diferente do homem, Isaías 55.8-9 diz: 8 Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR,  9 porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos”.

Dê uma atenção especial à comparação implícita feita por Isaías. Os pensamentos de Deus não são os nossos pensamentos, nem são como os nossos pensamentos, nem sequer estamos pertos para entender a mente de Deus. Como Paulo escreveu aos Romanos: 33 Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! 34 Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro?” (Rom 11.33-34) 

Somos pequenos. Deus é grande. Somos criaturas, ELE o criador e sustentador do Universo. Mas Ele se relaciona conosco de maneira sublime. Na ditadura dos conceitos humanos, e enquanto ser humanos nós pensamos assim:
·         Preservo o meu corpo, e acumulo dinheiro para ter mais e mais, Deus diz que devemos nos preocupar mais com nossa alma ao valorizar corpos perfeitos e acumular bens na terra; “De que adianta ganhar o mundo todo e perder sua alma?”.
·         Por isso gostamos do que enferruja e estraga; Mas Deus gosta do que é eterno.
·         O homem pensa achar a paz e aliviar a dor em si mesmo, Deus usa a dor para trazer paz. Porque a paz não é um estado de espírito e o poder de Deus se aperfeiçoa na fraqueza, porque quando somos fracos é que somos fortes. O poder de
·         Alegramo-nos com nossos sucessos; Deus se alegra com nossas confissões. Ele não despreza um coração quebrantado e contrito.
·         Mostramos aos nossos filhos o astro da Nike exibindo um sorriso de um milhão de dólares e dizemos: “Seja como o Neymar”; Deus aponta para o carpinteiro crucificado que tem os lábios manchados de sangue e um dos lados dilacerado e diz: “Seja como Cristo”.

Nossos pensamentos não são como os pensamentos de Deus. Nossos caminhos não são como os seus caminhos. Ele tem uma agenda diferente da nossa. O tempo Dele não é o nosso. Ele habita noutra dimensão; vive em outro plano do qual nós não entendemos perfeitamente. O salmista declarou: 1 Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos. 2 Um dia fala disso a outro dia; uma noite o revela a outra noite. 3 Sem discurso nem palavras, não se ouve a sua voz. 4 Mas a sua voz ressoa por toda a terra, e as suas palavras, até os confins do mundo” (Salmos 19.1-4).

A natureza é a oficina de Deus. É a sua criação. Os céus, a terra e todos os seres viventes são apresentados como seu currículo. Feitos de suas mãos. O universo é seu cartão de visita. Você quer saber quem é Deus? Veja o que ele fez e criou. Deus não pode sequer ser definido. Ele não apenas sabe todas as coisas, mas está em todos os lugares e tem poder e domínio sobre todas as coisas, Deus é Onisciente, Onipresente e Onipotente.

Ele não se contamina com a atmosfera do pecado, Deus é Santo. Ele não é controlado pela linha do tempo da história, Deus é o dono da história. Ele não é impedido pelo cansaço do corpo, Deus é Espírito, Ele não se cansa. O que controla você não controla Deus. O que preocupa você não preocupa Deus. O que cansa você não cansa Deus. Aquilo que para você é impossível, contudo para Ele é totalmente possível. Nada é difícil demais para o Senhor. Não pegamos Deus de surpresa, não surpreendemos Deus, antes mesmo de pensarmos Ele já sabe o que iremos pensar.

Ele perdoa qualquer pecado. Ele é gracioso e misericordioso até mesmo com o pior dos assassinos arrependido e confesso. Seu amor e benção está sobre justos e injustos. Como é vital que oremos munidos do conhecimento de que Deus está no céu, mas está também ao nosso lado. Se nossas orações forem feitas sem fé e convicção de quem Deus é e pode fazer por nós, nossas orações serão tímidas, superficiais e vazias.

Esse conhecimento pleno de DEUS nos dá confiança enquanto enfrentamos o futuro incerto. Quando enfrentamos uma crise familiar. Quando enfrentamos uma crise financeira. Quando enfrentamos injustiças. Quando enfrentamos situações difíceis de saúde, etc. Nós sabemos que Deus está no controle do universo e, por isso, podemos descansar seguros. Mas também é importante o conhecimento de que este Deus que está no céu, escolheu se inclinar para a terra para ver a nossa aflição e ouvir as nossas orações e agir com todo amor abnegado e incondicional.

Ele não está tão acima de nós a ponto de não ser tocado por nossas lágrimas. Nem seus ouvidos estão tampados que não possam nos ouvir. Suas mãos não estão encolhidas para nos socorrer. Embora não possamos ver seu propósito ou seu plano, o Senhor do céu está no seu trono e no firme controle do universo e de nossa vida. Ele já está agindo: Eis que faço coisa nova, que está saindo à luz; porventura, não o percebeis? Eis que porei um caminho no deserto e rios, no ermo” (Is 43.19). Assim, nós podemos lhe confiar o nosso futuro e a nossa vida. Portanto:

Hebreus 4.16: “Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna”.

Oséias 6.3: “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR”.

ONDE ESTÁ DEUS? O Senhor está no seu santo templo; o Senhor tem o seu trono nos céus. Seus olhos observam; seus olhos examinam os filhos dos homens”.


No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth