quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Pensando sobre a Igreja

Pensando sobre a Igreja

“Não abandonemos a prática de nos reunir como igreja, como é costume de alguns, mas, pelo contrário, animemo-nos uns aos outros, quanto mais vedes que o Dia se aproxima” (Hebreus 10.25)

No meu modo de ver, a igreja é a coisa mais fantástica que existe. Por sua complexidade, por sua simplicidade, por sua missão, por seus ideais e por que não, por sua imperfeição, todavia não a descredita. Mesmo a igreja ensinando o que é perfeito, bom e agradável ela ainda é imperfeita, mas essencial e fundamental em minha vida. Eu amo a igreja de Cristo. Muito do que sou hoje, devo de forma direta ou indireta à igreja do Senhor, por isso sou grato.

A igreja se chama "igreja" exatamente por não ser perfeita, se fosse perfeita, chamaria céu, eternidade, paraíso ou vida eterna. Todavia o alvo da igreja é Cristo, é a estatura Dele, ser como Ele, pensar como Ele e agir como Ele. É por isso que a igreja é como um hospital não como um tribunal. Ela é um lugar onde as pessoas estão doentes, precisam de cura, de tratamento, de amor, de compreensão e de ajuda. Não de julgamento e condenação.

A igreja deve revelar o amor de Deus ao mundo. Certa vez fui perguntado sobre o maior problema da igreja, respondi dizendo que “o maior problema da igreja, é a própria igreja quando esta não cumpre a vontade de Deus, não evangeliza, não ora, não estuda a Bíblia, não serve o próximo e não se importa com os que estão perdidos por não conhecerem a Cristo”.

Eu amo a igreja. Eu amo estar na igreja. Eu amo ser a igreja de Cristo. Mesmo com seus defeitos, posso afirmar que na verdade, ela possui muito mais qualidades do que defeitos, porque ela é criação de Deus. Eu amo a igreja porque Ela nasceu no coração de Deus. É plano de Deus e instrumento Dele para levar pessoas à Salvação, também ela aperfeiçoa os dons e talentos, para edificar o corpo, para aprendermos viver em comunhão. A igreja é como um corpo, muitos membros, um só corpo, um membro precisando do outro, um dependendo do outro e unidos servindo o corpo.

O assunto do momento é “igrejas relevantes”, tenho alguns questionamentos como: Será que existe alguma igreja que não seja relevante? Será que existiu alguma que não fosse relevante no passado? Se existiu uma igreja assim, como ela sobreviveu até hoje? Somos relevantes como igrejas, não por nós mesmos, mas por causa do Dono e Idealizador Dela, Jesus Cristo. Que espera de nós nada mais nada menos que sejamos Igreja, ir à igreja não é ser igreja, mas ir à igreja é importante para o desenvolvimento pessoal e dos outros.

Busquemos dia após dia o ideal de Deus no quesito, “ser igreja”. Que o Senhor nos ajude nisso!


No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth