domingo, 28 de julho de 2013

O Único Mediador

O Único Mediador
Mensagem do dia 28/07/2013 (Dom/Manhã) 
Igreja Batista Central em Toledo

Introdução
O Papa Francisco está no Brasil para presidir a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), desfilou em carro aberto e saudou os jovens em seu primeiro discurso, no Rio de Janeiro. "Cristo bota fé nos jovens", afirmou o ‘pontífice’ argentino, que faz sua primeira viagem internacional desde que foi escolhido sucessor de Bento XVI. O Papa fica no país até domingo (28) e ainda visitará a cidade de Aparecida (SP), nesta quarta.

Esta é uma das manchetes que li durante esses dias pela internet e o que me chamou a atenção é que as pessoas estão vindo de todos os cantos do Brasil e do mundo apenas para ver o Papa e também para debaterem, discutirem e conversarem sobre a juventude mundial católica. Por isso, fiquei pensando na expressão que o catolicismo dá ao Papa, “Pontífice”. E fiquei curioso para entendê-la melhor e tentar responder a seguinte pergunta: Será que realmente é um uso adequado?

A palavra Pontífice vem do latim Pontifex e significa literalmente "construtor de pontes", “aquele que liga um ponto ao outro”. Na Bíblia em latim (Vulgata) essa expressão aparece 28 vezes, se referindo ao “Sumo Sacerdote”, tanto no AT como no NT. Algumas vezes a citação é direta sobre Jesus Cristo como o Sumo Sacerdote (Conf. Hebreus 5.1,5,10; 6.20; 7.26; 9.7, 11, 25).

Outra palavra bastante utilizada e que tem basicamente o mesmo significado é a palavra MEDIADOR, do grego Mesítes “alguém que fica entre duas partes como uma ponte que liga um lado ao outro”, pode ser também um “fiador”, “aquele que paga uma divida que não é dele”. Na primeira carta a Timóteo, o apóstolo Paulo deixa claro quem é o MEDIADOR entre o homem e Deus. “Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem” (1Timóteo 2.5)

Vamos ler também:
& Hebreus 8.6: “Agora, porém, o ministério que Jesus recebeu é superior ao deles (Moisés, figura importante do AT), assim como também a aliança da qual ele é Mediador é superior à antiga, sendo baseada em promessas superiores”.

& Hebreus 9.15: “Por essa razão, Cristo é o Mediador de uma nova aliança para que os que são chamados recebam a promessa da herança eterna, visto que ele morreu como resgate pelas transgressões cometidas sob a primeira aliança”.

Conclusão
"A Verdadeira igreja é fundada em Cristo e por Cristo. Cristo é o fundador e o cabeça da igreja. Toda ‘igreja’ fundada antes de Cristo, foi fundada cedo demais, toda ‘igreja’ fundada depois de Cristo, foi fundada tarde demais. O Evangelho sem Cristo, não é Evangelho, assim como a Igreja sem Cristo, não é Igreja". Por isso, a minha afirmação é: Só existe um pontífice, só existe um mediador entre Deus e os homens, este é Jesus Cristo e não há outro. Qualquer outro intitulado assim, é considerado blasfêmia e um insulto ao único e verdadeiro Mediador.


No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth