terça-feira, 2 de abril de 2013

O Papel do homem, Maridos...


O PAPEL DO HOMEM, MARIDOS...
Dia 8 de Março - foi o  Dia internacional da mulher
Mensagem do dia 10/03/2013 (Domingo/Noite) – Igreja Batista Central em Toledo

1Pedro 3.7: "Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações".

Contexto: Os leitores de 1Pedro eram forasteiros, eram escravos, serviçais, por isso, eram hostilizados e em meio a este contexto difícil, Pedro os instrui sobre a vida cristã, neste texto em particular (1Pe 3.7), como deveria ser o comportamento do homem com sua família, e como deveria ser o seu papel de Marido. Como ele deveria tratar sua esposa.

Alguns já disseram que Pedro é machista, escreveu 6 versículos (1Pe 3. 1-6) recheados de deveres para as mulheres e apenas 1 para os homens. Mas isso não é verdade, Ele, iluminado, inspirado pelo Espírito Santo, valorizou a mulher, lembrando que naquela época a mulher era extremamente desvalorizada pela sociedade. Vamos perceber que as mulheres tem um valor precioso para Deus assim como os homens também tem, são iguais, embora tenham funções diferentes.

E no v. 7, depois de se dirigir às mulheres (vv. 1-6), o foco de Pedro agora são os maridos, com uma missão importantíssima, cuidar da esposa dando honra como vaso mais frágil. Os maridos devem demonstrar o caráter de Cristo. Lembrando que o apóstolo Paulo ensina que "o marido deve amar a esposa como Cristo amou a Igreja, e por ela se entregou" (Ef 5.25), mas Pedro se limita a dizer que o marido deve “viver a vida comum do lar com discernimento e sabedoria, evidenciando honra e dignidade para com sua esposa”. No texto também aparece características da igualdade homem e mulher perante Deus. Portanto, vamos analisar o texto e extrair dele, valiosos princípios: O Papel do Homem.

1º Princípio: "Maridos, do mesmo modo vós...". O ponto de partida: "semelhantemente", "da mesma forma", o texto já inicia mostrando a transição da mensagem de Pedro. Assim como as mulheres devem ter uma vida exemplar em pelo menos dois aspectos: 1. Eclesiástica; 2. Lar; O homem também deve ter. Na verdade por ele ser o cabeça, é o responsável pela vida espiritual do seu lar. Além disso...

2º Princípio: "Vivei a vida comum do lar". O Sonho da mulher aqui é que o pastor diga, pensando no viver comum do lar, que o marido deve lavar louça, lavar banheiro, limpar a casa e etc. Mas não é isso que o texto diz, embora creio que cada marido deve ter essa responsabilidade  de ajudar e cooperar com a mulher com os serviços domésticos, desta maneira também é revelado o amor e cuidado por elas.

Mas o texto está dizendo outra coisa: A palavra utilizada por Pedro é Synoikuntes, quer dizer literalmente - "Morar juntos", "Vivendo e convivendo juntos". Ou seja, ser um marido presente. Não podemos ser ausentes. Não podemos ficar sem saber o que está acontecendo em nosso lar. E não é só uma questão de presença física apenas, mas de vivenciar a vida do outro, isso se aplica tanto quanto para com a esposa, como também para com os filhos. É viver a construção, a formação, a disciplina do lar. Não ser negligente com a família.

3º Princípio: "Vivei... com discernimento". A palavra utilizada é Gnosis, "Sabedoria", "Sensibilidade", "Tato", O marido deve estar preparado para saber "Diagnosticar" a vontade de Deus para a Família. Isso é muito forte e mostra a liderança que o homem precisa desenvolver na família. Conhecer, saber não apenas de maneira racional, mas saber como está de fato família, fazer um balanço, uma avaliação. Quais são os leões que estão querendo tragar a minha família? É ter discernimento de que a esposa está cansada as vezes, é tempo de parar, quem sabe tirar férias, de investir tempo no cuidado dos filhos e da esposa. Discernir se nossa família está tendo dificuldades ou necessidades Emocionais, Espirituais ou Físicas. Isso é tarefa do marido.

4º Princípio: "... tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil".  A sociedade prega que a mulher não é frágil, mas a Bíblia diz que é. O que vale mais? E fragilidade (no texto), não quer dizer de maneira alguma inferioridade ou incapacidade. A ideia é que ela necessita de cuidado, de atenção especial por parte do marido. Nós devemos cuidar de nossas esposas. E não podemos nos esquecer do contexto da carta, as mulheres era totalmente desvalorizadas, Pedro está valorizando as mulheres.

Maridos, não comparem, não  julguem, não equiparem sua esposa a você. Seja no sentido espiritual, físico ou emocional. Ela tem necessidades diferentes das que você tem. Ela não tem que dormir o mesmo tanto que você, ela não tem que ter a mesma fome pela Palavra que você. Ela não tem que orar o mesmo tanto que você.  Você deve dirigir seu lar. Não pode negligenciar o alimento e o exercício espiritual do seu lar. E a lição mais preciosa: Antes dela ser minha esposa, ela é minha irmã em Cristo.

5º Princípio: "... tratai-a com dignidade..". Para nós é bem mais fácil do que para os leitores de 1 Pedro, devemos "honrá-la", "depositar", "pagar" a ela o que ela merece. Honra, consideração, dignidade. É fazer ela compreender o quanto ela é digna, valiosa, importante e amada por nós. Trate sua esposa com Honra, com Dignidade. Isso sugere que seja todos os dias, enquanto viverem.

Há maridos que perdem a oportunidade de elogiar, de honrar, de deixá-la feliz, quando este se comporta como um "OGRO", gritando, xingando, maltratando, tirando sarro, desprezando. Isso é terrível. Agora, como tem sido o seu trato para com sua esposa e família. Amar, é fazer a pessoa feliz! Mesmo naquilo em que ela não o agradar, você deve mostrar-se tolerante e agir sempre com amor, conforme, Colossenses 3.19: "... amai e não vos torneis amargos para com elas".

6º Princípio: "... porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida..." Aqui mostra a porque de tratar com dignidade e honra. O assunto é a Salvação. Igualdade diante de Deus, ambos foram alcançados pela mesma Graça e Deus. Ela é sua irmã em Cristo. Também ambos devem ter os mesmos "deveres", e "exercícios" espirituais - Piedade e vida cristã cotidiana. Deus trata de formas iguais a questão do gênero (homem e mulher), embora possuem funções diferentes enquanto homens e mulheres.

7º Princípio: "... para que não se interrompam as vossas orações". Oração é fundamental na vida do casal. Oração é relacionamento. Vocês (leitores 1Pe) já estão sofrendo por ser cristão, são perseguidos. Vivam corretamente a vida cristã para não sofrerem ainda mais. Cumpra todos os princípios ensinados e então a oração de vocês não cessará. Ela terá efeito, eficácia, será ouvida. Isso revela a intimidade, relacionamento, comunhão com Deus e com sua esposa.

Conclusão
O Papel do homem, Maridos... "Amai como Cristo amou a Igreja". Fácil não é, mas é necessário e essencial que o marido tenha estes princípios em mente. Não somente os casados, mas aqueles que desejam se casar, já devem estar preparados para esta missão. Oremos para que nós possamos cumprir estes princípios em nossas vidas. E assim, nossas esposas serão felizes e estaremos cuidado delas como Cristo deseja que cuidemos. E para as mulheres um versículo: "A mulher sábia edifica a sua casa, mas com as próprias mãos a insensata derruba a sua" (Provérbios 14.1).

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Clique no slide para baixar o slide da mensagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth