terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Unidos pelo Evangelho


Unidos pelo Evangelho
Pastoral nr 021

"Faço tudo isso por causa do evangelho, para ser co-participante dele" (1 Coríntios 9.23).

   Os últimos dois meses foram especiais. Tivemos algumas programações importantes como o aniversário da Igreja, um saboroso almoço. Tivemos, o 1º Retiro da Família, a cantata de Natal, o 1º recital dos alunos de violão, culto de Natal e o de Ano Novo. Momentos para festejar, aproveitar a comunhão, desenvolver a ajuda mútua, dias de muito trabalho. De relembrar histórias. É notável o sentimento de nostalgia no sorriso e expressões das pessoas. A história da igreja se confunde com a história dos membros, cada coisa realizada, cada passo tomado, cada etapa vivida, fases boas e fases ruins, muitas dificuldades, mas também muitas vitórias, não foi a toa que vi algumas pessoas emocionadas.

   Nestas datas geralmente as pessoas se unem e trabalham muito em pró do evento. Achei muito  bonito ver as pessoas se ajudando, um faz o bolo, outro os salgados, a igreja foi limpada todinha por dentro e por fora, outros se dedicam ensaiando louvores, na montagem e desmontagem do som, carregando instrumentos, projeção das imagens, culto infantil, outros ainda cuidaram da decoração da igreja, do almoço delicioso que degustamos. As mensagens do pastor Samuel foram sobre o tema: "Conhecendo a Deus e fazendo a Sua Vontade". Inspirativas! Edificantes! etc... Tudo isso foi realizado e talvez ainda tenha esquecido de citar alguma coisa. Isso faz a igreja, isso é igreja. Louvamos a Deus por tudo que aconteceu.

   Mas nem todos vibram, nem todos comparecem, nem todos lutam, nem todos participam, nem todos cooperam, nem todos trabalham, nem todos se alegram, nem todos se doam, nem todos priorizam as coisas de Deus, isso também é igreja. Por mais ruim e triste que seja, infelizmente essa é uma realidade. Nossa Missão é árdua, difícil, mas não impossível. Acredito numa igreja unida, firme, constantes, operosa, fiel, persistente e frutífera.

   Temos pelo menos dois grandes Alvos como igrejas. 1º Glorificar a Deus; 2º Levar pessoas que não conhecem a Deus, a glorificar a Deus. O desafio é grande, todavia Deus foi fiel até aqui, pois sabemos que até aqui Ele nos ajudou, cremos que continuará a realizar a Sua poderosa obra em nós, por nós e por meio de nós. Temos grandes desafios como igreja, por isso... 1. Ajude os que têm dificuldades. 2 Motive os que não querem. 3 Apoie os que já estão lutando. Afinal: “A UNIDADE é como uma conta bancária, só saca quem deposita”.

"É certo que Deus nos deu muitas virtudes, ao mesmo passo que também limitações, mas uma pessoa com dons e talentos enterrados, é como ver um jarro precioso e valioso, com as mais lindas pinturas feitas nele, ser usado apenas como pote de cozinha. Acredite, Deus tem muito mais para você e para nossa igreja".  

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth


2 comentários:

  1. Poxa, Deus falou tremendamente comigo através desse texto, " é como ver um jarro precioso e valioso, com as mais lindas pinturas feitas nele, ser usado apenas como pote de cozinha ".

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth