domingo, 6 de janeiro de 2013

Tiago - Cristãos Bem-aventurados 02



Tiago - Cristãos Bem-aventurados 02
“São aqueles que perseveram nas provações, fogem das tentações e estão ligados em Cristo”
Mensagem do dia 06/01/2013 (Domingo/Manhã) 
 Igreja Batista Central em Toledo

Texto: Tiago 1.12-15:

O Cristão Bem-aventurado
2. É AQUELE QUE SABE DE ONDE VEM A TENTAÇÃO (vv.13-14)
13 Quando alguém for tentado, jamais deverá dizer: "Estou sendo tentado por Deus". Pois Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. 14 Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta engodado e seduzido”.

Tiago fala em provação e tentação, v.12 "Aquele que persevera na provação". Ele se preocupa em mostrar que, se as provações trazem um benefício, o da recompensa pelo próprio Senhor, não se deve pensar que as tentações também são trazidas pelo Senhor. A culpa da tentação não pode ser atribuída a Deus. “Ele a ninguém tenta”.  Deus prova, testa, não tenta ninguém, assim como “Deus não pode ser tentado pelo mal”.  Deus não peca. O pecado é uma impossibilidade moral em Deus. A Santidade de Deus não é relativa, como é no caso do homem. Ela é absoluta, ELE É SANTO. O pecado é incompatível com Seu caráter santo. Por isso, Deus não é culpado pelas tentações humanas, mas então quem é?

O texto diz, v.14: Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta engodado e seduzido”. Cobiça, Concupiscência, Desejos da carne, são desejos intensos. Não surge do nada e não é momentâneo, ele vem depois de ser alimentado.

Esse desejo, sendo muito forte, tolerado e estimulado, nos leva ao pecado. Somos atraídos. O termo “engodado” é de pescaria, seu sentido era facilmente reconhecido pelos pescadores da época de Tiago. É a isca que o pescador utiliza para encobrir o anzol e atrair o peixe. O peixe é facilmente atraído por aquela bonita e suculenta isca, todavia ele nem imagina que em baixo há um terrível anzol que vai levá-lo à morte.

É assim a tentação em nossa vida, ela nunca se apresenta feia e destruidora, mas sempre agradável. Somos então, engodados, atraídos, enganados e levados para o mal. Nossa missão é fugir, assim como José fugiu da “Potifa” (A Bíblia não diz o nome), esposa de Potifar. Ele decidiu fugir e não encarar para ver o que iria acontecer.

  • Nunca duvide de sua capacidade de pecar. Seja firme e fique ligado! As tentações vem dos seus próprios desejos, basta controlá-los, não deixe os desejos dominarem você, vença os desejos. Se alimente das coisas de Deus e não terá tempo e nem vontade para pensar nas coisas da carne.
No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth