domingo, 13 de janeiro de 2013

Indesculpáveis


Indesculpáveis
Mensagem do dia 13/01/2013 (Domingo/Manhã) 
Igreja Batista Central em Toledo

"19 pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. 20 Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; 21 porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e os seus corações insensatos se obscureceram. 22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos" (Romanos 1.19-22).

O ser humano tem uma notável capacidade de fazer bobagem, de "pisar no tomate", "derrapar na curva", de "errar o alvo". Se fomos sinceros conosco, identificaremos inúmeras situações em que erramos e se a gente pudesse enumera-las ficaríamos assustados. Contudo nenhum erro pode ser mais danoso a uma pessoa do que negar, do que não crer ou negligenciar a obra de Deus.

Este versículo fala que os atributos de Deus podem ser reconhecidos desde a criação do universo e tudo o que Nele existe. Nos vv.19-20: Deus é percebido, conhecido desde a criação, Ele se revelou ao homem, não crer em Deus torna o homem indesculpável. Nos vv.21-22: Mesmo conhecendo a Deus, não glorificaram, não agradeceram, tornaram-se fúteis, com corações insensatos, obscuro e duro "Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos".

Mas certamente negar o valor do sacrifício salvador de Jesus Cristo na cruz, nas mais variadas formas de negação, é o erro mais grave, mais caro e mais perigoso de todos, pois ao negar a Cristo a pessoa está condenada eternamente (João 3.18).  Negligenciar a Deus e sua obra é ingratidão, insensatez e loucura. Negligenciamos e negamos a Cristo toda vez que deixamos de adorá-lo pelo que Ele É, FEZ e FAZ. Negamos e o Ignoramos mais ainda quando colocamos o mérito que é Dele, noutras fontes sabedoria humana, tecnologia, criação espontânea, bens materiais, poder, status etc.

Devemos olhar ao nosso redor e nos curvar em gratidão e fé diante do único digno e capaz de criar todas estas coisas que vemos. Devemos nos curvar diante dEle lembrando daquilo que sabemos que existe, mas nossos sentidos não nos permitem ver ou sentir. Devemos nos curvar ao Pai e reconhecer que há muito mais além do que podemos saber, sentir, perceber ou identificar. Só Ele pode receber este reconhecimento, mais ninguém. Vou lhes contar um segredinho, "somos excessivamente limitados”.

Ao deixarmos de fazer isso nos tornaremos indesculpáveis. É como o professor que dá a mesma aula o ano inteiro e no final avisa que a única coisa que cairá na prova será aquela mesma aula. Pode por acaso, o aluno acertar menos do que nota 10? Sendo Ele um professor perfeito e absolutamente inerrante. Pensem nisso! Procuremos ter a visão de Deus das coisas. "Sem fé é impossível agradar a Deus, sem gratidão o homem torna-se louco e indesculpável". Tenhamos corações gratos pelo o que Deus fez na sua criação e nos seu propósito maravilhoso que resultou em nossa salvação. Gratidão Sempre!!!!

Oração: "Pai, obrigado por Teu cuidado e por me fazer notar a Tua presença pela Tua obra, não apenas por causa das coisas que criastes, mas principalmente por tua morte na cruz. Ensina-me a reconhecê-lo em todas as coisas, e a contemplar o que é belo, sendo que muitas vezes não vejo, não percebo, não sinto, tudo porque sou insensível demais para perceber. Ensina-me Senhor a ter um coração grato por tudo isso. Em nome de Jesus, Amém."

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth