quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Orai sem cessar 02


Orai sem cessar 02
Mensagem do dia 21/11/2012 (Quarta-Feira) – Igreja Batista Central em Toledo
“Orai sem cessar” (1 Tessalonicenses 5.17)
Texto: Lucas 18.1-8

Jesus sempre usava as parábolas para ensinar alguma lição preciosa e esta parábola diz que... Havia um juiz que não temia a Deus, ele era iníquo, injusto. Não se importava com Deus e nem com as pessoas (v. 2). Havia também uma viúva que insistia para que ele julgasse a sua causa, todavia por um tempo ele não quis julgar (v. 3 – 4). Então, depois de uma grande insistência da viúva, resolveu julgar a causa da mulher. O texto diz que ela o "importunava”, mas ele resolveu julgar a causa para que não passasse mais por importunações, julgou a causa de má vontade (v. 5). Jesus chama a atenção para a atitude deste juiz (v. 6), e faz uma comparação do juiz com Deus: “por um acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, mesmo que pareça demorado em responde-lhes?” (v. 7). No final da história Jesus pergunta, v. 8: Quanto dessa fé persistente o Filho do Homem vai encontrar na terra quando voltar?

Esta parábola nos ensina muitas coisas, a principal é a persistência na oração, mas tal oração deve ser com: Discernimento, Fé, Sabedoria e Gratidão.

1. Orai: com discernimento

V. 1: “Disse-lhes Jesus uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca desanimar”. Nós devemos orar sempre e nunca desanimar. Temos várias razões para isso. É necessário ter discernimento e saber que Deus sempre ouve as nossas orações, mesmo que a nosso ver possa demorar, Ele nos ouve (v. 7). Lembre-se: “o nosso tempo não é o Deus”.  

Também, é preciso ter discernimento de que Deus não age como aquele juiz iníquo agiu, ele agiu de má vontade e apenas para se livrar de um “problema”, se livrar da insistente viúva, que o "importunava” (v. 5).

Deus não age assim. Por isso a oração é importante, Deus em sua onisciência sabe o que nós desejamos, sabe o que queremos e pensamos antes mesmo das palavras virem à nossa boca. Entretanto Ele deseja nos ouvir, Ele sempre está pronto para nos ouvir. Isaías disse que “a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para não poder ouvir” (Isaías 59.1). É a promessa de que ELE em todo tempo tem cuidado de nossas vidas. O apóstolo Pedro afirma isso também: “lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” (1 Pe 5.7).

É necessário orar, pedir, contar para Jesus o que sentimos, mas com discernimento de quem Deus é, e como Ele age por seus filhos amados. Ele nos ama e nos quer bem. Tem o melhor para todos nós. No seu tempo e como Ele desejar e se Ele quiser, vai nos responder e mostrar o que fazer, ou ainda, dará a solução para nossos problemas.

Orai, mas com discernimento, de quem Deus é e como Ele age.

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth