domingo, 23 de setembro de 2012

Tiago - Cristãos Maduros

Tiago - Cristãos Maduros
Mensagem do dia 23/09/2012 (Domingo/Noite) 
Igreja Batista Central em Toledo

2 Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, 3 pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. 4 E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma” (Tiago 1.2-4).

Introdução
A imaturidade nos faz andar por caminhos dolorosos. Para estarmos aprovados é necessário sermos provados. As provações fazem parte de vida de todo cristão e fica evidente ser um dos assuntos abordados por Tiago em sua carta. O cristão que não for maduro, não conseguirá ver os benefícios que as provações provocam em nossas vidas, pois elas causam crescimento espiritual.

Mas também temos que ter a consciência de que a maturidade cristã é adquirida na medida em que permitimos a ação de Deus em nossas vidas, portanto, ela é individual e não depende de idade de vida e nem do tempo de conversão. Uma vez que observamos pessoas "velhas" na fé totalmente imaturas e "novos" convertidos com uma boa maturidade.

Você compreende que sofrimento na maioria das vezes são inevitáveis? A verdade é que enquanto estivermos nesta vida vamos sofrer. São doenças inesperadas, não diagnosticadas a tempo. É a morte que, como sempre, não avisa quando vai chegar. São dificuldades financeiras, dificuldades familiares, desajustes nos relacionamentos, acidentes, mudanças bruscas em nossa vida que nos faz “perder o chão” muitas vezes, você já se sentiu assim? A questão é: Como um cristão deve encarar as crises? Sabemos responder corretamente aos sofrimentos?

Tiago estava escrevendo àqueles irmãos que certamente estavam experimentando uma fase difícil em suas vidas, oferecendo um suporte à eles, desafiando-os à responder de uma forma mais positiva aos sofrimentos, às dores que enfrentavam pelo caminho. Sejam elas quais forem, como podemos enfrentar as provações?

1. Podemos enfrentar as provações com Alegria (v. 2)
Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações”.

Quanto de alegria é preciso ter? “... grande alegria...” Mas como?  Que alegria é essa? É o conforto e a aceitação de que Deus tem um propósito maior para nossas vidas, mas que no momento não é possível compreender totalmente a ação de Deus. Não compreendemos exatamente porque somos afetados pela dor e a dor tira a atenção para as coisas de Deus. Essa alegria nos traz também a paz e a confiança de que Deus está cuidando de nós. Conforme diz a Palavra de Deus: “A Alegria do Senhor é a nossa força” (Ne 8.10).

É possível sentir essa alegria? Sim! A nossa tendência natural é querer evitar a dor, a dor é ruim. A maioria das pessoas não conseguem ver as bênçãos do Senhor nos sofrimentos. Nós até queremos saber a vontade de Deus, mas muitas das vezes não queremos cumpri-la, principalmente se for algo ruim aos nossos olhos. Porque no fundo, no fundo, nós queremos apenas o agradável, o que é desagradável deve ser evitado.

Todavia a palavra do Senhor está dizendo: “... considerem... o fato... por passardes por diversas provações”. Avaliem. Passar por provações pode significar bênçãos. O objetivo de Deus é fortalecer a fé do cristão. Quando temos essa visão da provação, as coisas ficam mais fáceis, pois teremos a certeza de que todas as coisas cooperam para o nosso bem.
  • Suporte as provações com Alegria

2. Podemos enfrentar as provações com Perseverança (v.3)
“pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança".

Nós já podemos detectar um beneficio das provações. A Perseverança. A prova gera a perseverança (Paciência): ação de perseverar, resistir firme, sofrer, suportar com calma e heróicamente situações difíceis. Realmente não é nada fácil perseverar, por isso que muitas pessoas não suportam as provações. Existem vários fatores para isso. Questões psicológicas, emocionais e também espirituais.

Quando estamos bem preparados espiritualmente, fica mais fácil resistirmos as provas, isso faz parte do processo de santificação, que é individual. Há pessoas que permitem mais a ação de Deus em suas vidas do que outras, por isso, na vida delas a perseverança tem ação completa.

  • Seja perseverante nas provações.

3. Podemos enfrentar as provações com alegria e perseverança, pois elas nos fará melhores (v.4)
"E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma”.

Cabe aqui outra pergunta: Para que somos Provados? Ao enfrentarmos as provações com alegria e perseverança, nos tornaremos maduros na fé. Muitos desistem no meio do caminho, outros vão até o final. Estes acabam ficando com a “casca grossa”, ou seja, chegam ao objetivo de Deus: A maturidade e a integridade na vida cristã. O v. 4 diz: “... a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma”. Este é o objetivo de Deus. Ele deseja trabalhar nosso caráter, Ele deseja nos tornar “maduros e íntegros, sem nos faltar nada".

Maduros. Idéia de crescimento completo e contínuo – para atingir a fase adulta, não ser como crianças na fé, ser plenamente desenvolvido. Sempre temos o que aprender e nós aprendemos com as dificuldades nossas e também com as dos outros. Quando enfrentamos uma crise e a superamos, tornamos nosso caráter mais perseverante, estaremos mais “firmes e constantes”. Aprendemos a solucionar aquele problema e o mais interessante é que podemos ajudar outras pessoas que por ventura possam estar passando pelo mesmo problema que passamos.

Íntegros. A maturidade anda junto com a integridade, o cristão é conhecido por ser "reto", "digno", "honesto". Devemos ser irrepreensíveis. O nosso agir deve ser correto em todas as áreas. As pessoas esperam isso de nós. Mas estamos a cada dia passando pela prova do Senhor para que sejamos melhores cristãos.

Portanto, o crente pode se alegrar nas provações, porque sabe que depois de passar por ela, sairá melhor! Como o apóstolo Pedro disse: "7 lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.  8 Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar;  9 resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo.  10 Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar" (1 Pedro 5.7-10).

Conclusão
O Sofrimento faz parte do plano de Deus para nos fazer chegar à maturidade que Cristo aprova. Se você frequentemente não persevera na provação, isso é sinal de imaturidade. Pense nisso! Talvez seja hora de compreender que existe coisas invisíveis a serem enxergadas, há benefícios nas provações. É necessário extrair os aprendizados de cada situação, por mais difícil que ela seja, Deus sempre nos ensina algo.

“Para estarmos aprovados é necessário sermos provados”

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Clique no link e  baixe o slide da mensagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth