quarta-feira, 8 de agosto de 2012

“Uma oração para abençoar” 01


“Uma oração para abençoar” 01
Mensagem do dia 08/08/2012 (Quarta-feira) 
Igreja Batista Central em Toledo
Série: Orações da Bíblia 03 - Texto: Efésios 3.14-21

"14 Por essa razão, ajoelho-me diante do Pai, 15 do qual recebe o nome toda a família nos céus e na terra. 16 Oro para que, com as suas gloriosas riquezas, ele os fortaleça no íntimo do seu ser com poder, por meio do seu Espírito, 17 para que Cristo habite em seus corações mediante a fé; e oro para que vocês, arraigados e alicerçados em amor, 18 possam, juntamente com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade, 19 e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que vocês sejam cheios de toda a plenitude de Deus. 20 Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós, 21 a ele seja a glória na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre! Amém!"

Introdução
"Por essa razão, ajoelho-me diante do Pai..." (v.14).  Paulo ora. Primeiro, vamos analisar o contexto do capítulo 3 de Efésios:
  • O apóstolo Paulo se sentia agraciado por ser ministro do evangelho (vv. 7-9).
  • Deus tem um plano para todos nós, assim como para a Sua Igreja:
* A salvação é para todos, até mesmo para os gentios (v.6). Os gentios são co-herdeiros, isso mostra que o evangelho é universal. "A Graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens" (Tt 2.11).
* E a Igreja é o instrumento de Deus para revelar, para manifestar a multiforme sabedoria de Deus (v.10): "A intenção dessa graça era que agora, mediante a igreja, a multiforme sabedoria de Deus se tornasse conhecida dos poderes e autoridades nas regiões celestiais".
  • A oração de PAULO era para motivar os cristãos (v.13): "Portanto, peço-lhes que não se desanimem por causa das minhas tribulações em seu favor, pois elas são uma glória para vocês".
“Eu me ajoelho”. Algo interessante: Judeu orava em pé. De joelhos, só em momentos de crise  ou para demonstrar intensidade, como Jesus orou, Lucas 22.41-42:  Ele se afastou deles a uma pequena distância, ajoelhou-se e começou a orar: "Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua".

Paulo tem um pedido intenso a fazer a Deus. O que é tão importante para levá-lo a orar assim? Ele explicita a partir do versículo 16: "Oro para que, com as suas gloriosas riquezas, ele os fortaleça no íntimo do seu ser com poder, por meio do seu Espírito". E ao fazer este pedido, mostra o que Deus espera da igreja e dos cristãos. São necessidades que ele vê. Nós também as temos.

Nós vamos analisar: "Uma oração para abençoar". O apóstolo Paulo ora...

1. PARA QUE FOSSEMOS FORTALECIDOS INTERIORMENTE (16-17)
2. PARA QUE COMPREENDAMOS E CONHEÇAMOS O AMOR DE CRISTO (18-19)
3. PARA QUE TENHAMOS A PLENITUDE DEUS NA IGREJA (19b)
4. PARA QUE TENHAMOS A CONVICÇÃO DO PODER DE DEUS (20-21)


No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth