quarta-feira, 30 de maio de 2012

# Pare e Reflita: Ame, não odeie!


PARE E REFLITA!
 Ame, não odeie!

"O ódio provoca contendas, mas o amor cobre todos os pecados" (Provérbios 10.12).

Qual é melhor? Amar? Ou Odiar? Tanto o amor quanto o ódio são sentimentos que brotam do coração. Eles são opostos consequentemente produzem resultados diferentes. Se o ódio provoca contendas, o amor cobre os pecados. Se o ódio expõe os defeitos das pessoas, o amor cobre os defeitos e ressalta as qualidades.  Se o ódio afasta as pessoas, o amor as aproxima. Se o ódio cava abismos, o amor constrói pontes.
 

O ódio é um sentimento irracional e avassalador. O interessante é que antes de arruinar as pessoas, destrói quem o nutre. Por isso quem tem ódio no coração destrói a si mesmo antes de espalhar contendas entre os outros. O ódio é uma espécie de cegueira espiritual. É como beber um copo de veneno e pensar que o outro vai morrer.

O amor, porém, produz outros frutos. O amor procede de Deus e o seu resultado é sempre o benefício de si mesmo e dos outros, não é maldizer o próximo, mas é abençoar as pessoas, protegê-las e reconciliá-las. O amor é tolerante, paciente e perdoador com os erros e fraquezas das pessoas. Quem ama cobre (perdoa) as transgressões do outro e proclama as virtudes. Quem ama tira os holofotes de si para enaltecer o próximo.

O ódio traz o DNA da morte e destruição, mas o amor é fonte de vida. Ame, não odeie! Não seja um instrumento de contendas e divisões, mas um agente da reconciliação e do perdão. A escolha é sua: Amor ou ódio?

Pare e Reflita!

No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth