sábado, 31 de março de 2012

# Pare e Reflita: Deus perdoa mesmo?

PARE E REFLITA!

Deus perdoa mesmo?
“Ao Senhor, nosso Deus, pertence a misericórdia e o perdão” (Daniel 9.9)

Quem nunca já conversou sobre os pecados humanos, será que existe grau de pecado, os famosos “pecado”, “pecadinho” e “pecadão”. O fato é que para Deus não distinção, pecado é pecado seja ele qual for. A questão está muito mais ligada no grau de moralidade e legalidade de cada um do que na capacidade de Deus perdoar ou não. É por isso surgem perguntas do tipo: Deus perdoa qualquer pecado?

Nós sabemos a resposta, é sim, Ele perdoa, só que tem pessoas tão “santarronas” que acham que o outro não é digno de perdão, porque o pecado do outro é maior do que o dele. Vamos refletir de maneira prática sobre como acontece o perdão de Deus independente do pecado cometido por nós.

O reconhecimento do pecado, o arrependimento do pecado e a confissão dos pecados, no meu modo de ver, é a chave para o perdão de Deus. Esses três passos são importantes para alcançarmos o perdão de Deus, talvez seja essa a sua situação, veja:

1º passo: a pessoa RECONHECE o pecado, digo isso porque em muitas situações nós reconhecemos que pecamos, mas não nos arrependemos e nem muito menos confessamos, como Judas fez, ele soube que pecou, traiu sangue inocente, sentiu remorso, mas não se arrependeu. Foi se matar e não creu no perdão.

2º passo: a pessoa se ARREPENDE do pecado, isso é fundamental, porque Deus deseja um coração quebrantado e contrito, isso Ele não rejeita (Sl 51.17). Outra coisa importante e que deve ser compreendida é que o arrependimento deve ser do pecado e não da consequência do pecado, isso não é arrependimento é remorso. Precisamos entender que o pecado nos separa de Deus e o arrependimento nos leva de volta a comunhão com ELE.

3º passo: a pessoa CONFESSA, Deus sabe o que a pessoa fez, mas Ele quer ouvir da boca dela. “Senhor eu pequei, e fiz isso e aquilo”. Sinal de humildade e sinal de que os dois primeiros passos foram genuínos. É interessante que muitas vezes tentamos "enganar" Deus e não damos nomes aos pecados, leia Daniel cap. 9, ele faz uma oração e nos versículos 5,6 e 10 ele diz exatamente o que o povo fez. Deu nome aos pecados.

Portanto, Deus perdoa quem faz isso com sinceridade e de todo coração. E então a pessoa está limpa e purificada de todo pecado (injustiça) conforme diz em 1 João 1.9: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça".

Deus perdoa, restaura, purifica. O pecado não existe mais na vida daquela pessoa. Agora é com você, será que tem algo a dizer para Deus?

Pare e Reflita!

No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth

Um comentário:

  1. Bom dia,
    Parabéns, tenho curtido seus escritos.

    Edmilson

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth