sábado, 12 de novembro de 2011

As Bem-Aventuranças 09

AS BEM-AVENTURANÇAS 9:
“OS PERSEGUIDOS - 2”
Mensagem do dia 23/10/2011 (Domingo/Noite) – Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão

Mateus 5.10-12: 10 Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.  11 Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós. 12 Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós”.

INTRODUÇÃO
Na mensagem anterior, nós vimos o que a bem-aventurança dizia e o que ela não dizia a respeito dos perseguidos, além de falarmos do prêmio que recebemos por sermos perseguidos por causa da Justiça e por causa do próprio Jesus.

1.     SOFRER POR CRISTO É FALTA DE FÉ?

Sofrer por Cristo NÃO é falta de fé, Mt 5.12: Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós”.

1.      Sofrer por Cristo é receber galardão e identificar-se com os grandes servos e servas do passado. Em Hebreus 11.35-38 diz que foram pessoas das quais o mundo não é digno: 35 Houve mulheres que, pela ressurreição, tiveram de volta os seus mortos. Alguns foram torturados e recusaram ser libertados, para poderem alcançar uma ressurreição superior. 36 Outros enfrentaram zombaria e açoites, outros ainda foram acorrentados e colocados na prisão, 37 apedrejados, serrados ao meio, postos à prova, mortos ao fio da espada. Andaram errantes, vestidos de pele de ovelhas e de cabras, necessitados, afligidos e maltratados. 38 O mundo não era digno deles. Vagaram pelos desertos e montes, pelas cavernas e grutas”.

2.      Sofrer por Cristo é inerente (conseqüência, inevitável) ao serviço cristão. Veja o que o apóstolo Paulo falou à Timóteo: Não te envergonhes, portanto, do testemunho de nosso Senhor, nem do seu encarcerado, que sou eu; pelo contrário, participa comigo dos sofrimentos, a favor do evangelho, segundo o poder de Deus” (2Timóteo 1.8); Participa dos meus sofrimentos como bom soldado de Cristo Jesus”. (2Timóteo 2.3).

3.      Sofrer por Cristo é motivo de alegria. O Apóstolo Pedro motivou seus leitores afirmando: 12 Amados, não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós, destinado a provar-vos, como se alguma coisa extraordinária vos estivesse acontecendo;  13 pelo contrário, alegrai-vos na medida em que sois co-participantes dos sofrimentos de Cristo, para que também, na revelação de sua glória, vos alegreis exultando.  14 Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus” (1Pedro 4.12-14).

4.      Sofrer por Cristo é algo temporário. O apóstolo Paulo diz:  17 Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.  18 Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós” (Romanos 8.17-18).

E será recompensado: Não temas as coisas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns dentre vós, para serdes postos à prova, e tereis tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida” (Apocalipse 2.10)

2.     O QUE IMPLICA SEGUIR A CRISTO?

Seguir a Cristo tem algumas implicações e precisamos levar à sério todas elas:

1. Seguir a Cristo implica em Tomar a cruzEntão, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me” (Mateus 16.24).
A teologia da Prosperidade prega um cristianismo sem a cruz, “trono sem cruz”.

2. Seguir a Cristo implica em ter visão diferente da do mundo e ser odiado por isso. O próprio Jesus disse isso: "18 Se o mundo os odeia, tenham em mente que antes odiou a mim. 19 Se vocês pertencessem ao mundo, ele os amaria como se fossem dele. Todavia, vocês não são do mundo, mas eu os escolhi, tirando-os do mundo; por isso o mundo os odeia” (João 15.18-19).

O que aprendemos? Aprendemos que não devemos buscar aplausos do mundo, “Infiéis, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus” (Tiago 4.4). Ou amamos a Deus ou ao mundo.

3. Seguir a Cristo implica muitas vezes em conflito familiar – Mateus 10. 34-37: "34 Não pensem que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. 35 Pois vim para fazer que o homem fique contra seu pai, a filha contra sua mãe, a nora contra sua sogra; 36 os inimigos do homem serão os da sua própria família. 37 "Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim”.

Já ouvi pessoas falando que se Jesus fosse realmente Deus, não causaria conflitos entre as famílias, mas essa não é a interpretação correta para o texto, Jesus está dizendo que por conta da fé Nele, uma pessoa pode ter problemas com a família por causa da religião. Ex. Um mulçumano quando se converte ao cristianismo é expulso de casa, é deserdado, não é mais considerado da família.

3.     LEMBRETES OPORTUNOS

1.      Não estamos sós em meio aos sofrimentos: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Romanos 8.28), Deus passa conosco em meio aos sofrimentos e Ele tem um propósito caso você venha a sofrer por causa Dele.

2.      Mas seguir a Cristo pode não acontecer sofrimentos: 46 Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração,  47 louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos” (Atos 2.46-47).

3.      Como cristãos o fundamental: Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo” (Gálatas 1.10).

CONCLUSÃO
A vida cristã nem sempre é triunfo. Pode em alguns momentos e situações nos trazer sofrimentos, perseguições. É importante nos mantermos firmes com Jesus. Lembremos: Cristo só foi glorificado porque passou pela cruz. Não há vitória sem luta nem glória sem dor. Entretanto, nós sabemos que “em todas estas coisas, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou”. Somos mais que vencedores em Cristo Jesus.

No amor de Cristo, 
Pr Paulo Berberth

Clique no link para baixar o slide da mensagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth