domingo, 30 de outubro de 2011

Em Busca de Afeto

EM BUSCA DE AFETO
Mensagem do dia 30/10/2011 (Domingo/Manhã) – Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão

11 Por causa de todos os meus adversários, sou motivo de ultraje para os meus vizinhos e de medo para os meus amigos; os que me vêem na rua fogem de mim. 12 Sou esquecido por eles como se estivesse morto; tornei-me como um vaso quebrado” (Salmo 31.11-12).

Introdução
O contexto deste salmo é tenso as palavras do salmista são melancólicas. Quando passamos por alguma crise e temos ao nosso lado os nossos amigos, sentimo-nos bem, no entanto, no caso do salmista, os seus amigos o abandonaram, o rejeitaram, além disso, ele estava sendo perseguido pelos inimigos, mas o fiel sempre confia e testemunha as obras de Deus em sua vida.

O mundo está carente. Percebo uma busca desenfreada por afeto. O que eu quero dizer é que em muitos casos pessoas fazem de tudo para serem aceitas, para receber afetos. Uns usam drogas, outros bebem e outros fumam. Há pessoas que se vestem de determinada maneira apenas para se parecer com o grupo e serem aceitas.

Ao fazerem tais coisas, mais cedo ou mais tarde, se acharão sozinhas, porque a moda passa e os vícios transformam as pessoas (e não é para pessoas melhores). Conheço uma pessoa que os pais proibiram que entrasse em casa. Os “amigos” o abandonaram, perdeu o emprego, a esposa, o próprio lar e sua família. Com sua vida toda destruída, resolveu buscar ajuda. Conheceu o evangelho, aceitou ser internado numa clínica cristã e em alguns meses Deus o libertou do vício. Ele não foi liberto apenas da dependência química, a sua vida espiritual foi liberta, Deus o restaurou completamente, inclusive seu casamento e hoje vive feliz com seus filhos e principalmente com Jesus.

Mas, nem todos os casos acabam com finais felizes, alguns entram em uma “rua sem saída”, pegam um “caminho sem volta”. E para estes possuem apenas dois destinos: 1. A Morte; ou 2. A Cadeia. No mínimo viverá solitário a vida toda, excluído e desprezado por todos.  Será que é isso que Deus deseja para a humanidade?

A Igreja. A falta de afeto não acontece apenas no mundo. Dentro das igrejas há muitas pessoas carentes. Com problemas íntimos de relacionamentos. Pessoas que precisam ser amadas, compreendidas. Pessoas que precisam ser entendidas. Pessoas que precisam ser curadas. Que precisam liberar perdão. Isso não é nada fácil, no entanto é necessário. Tudo se resume em Amar.

Há pessoas também, que se julgam inferiores, que se excluem, cometem pecado por pensar e agirem assim, isso se chama: “Autocomiseração”. É a famosa síndrome do patinho feio. Ninguém me ama! Ninguém me quer! E por conta destes sentimentos, muitas dessas pessoas entram em depressão. Não conseguem perceber que é sim especial e importante, tanto para Deus como para os que estão à sua volta.

Em ambos os casos, é necessário entender que existe um Deus maravilhoso que está de braços abertos para recebê-los. Um Deus que ama incondicionalmente.  Que tem o melhor para cada um de nós. Há um plano especial para cada ser humano. Este Deus deu muitas provas do seu imensurável amor, será que não conseguimos observar essas provas em nossas vidas?

Aprendemos: 1. Há pessoas carentes, tanto no mundo quanto na igreja, elas precisam ser amadas por nós. 2. Essas pessoas precisam compreender que Deus as ama grandemente. 3. Elas precisam buscar em Deus, nas coisas de Deus e nas pessoas de Deus o amor verdadeiro.

“Louvemos ao Senhor, porque ELE é bom e suas misericórdias e amor duram para sempre”

No amor de Cristo,

Pr Paulo Berberth.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth