domingo, 23 de outubro de 2011

As Companhias

Mensagem do dia 23/10/2011 (Domingo/Manhã) 
Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão

“Sou companheiro de todos os que te temem e dos que guardam teus preceitos” (Salmo 119.63).

O ser humano não foi feito para viver só. A amizade é essencial, necessitamos e precisamos ter vida social, interagindo com outras pessoas seja onde for, no trabalho, na faculdade, entre os familiares etc. A grande verdade é que sempre precisamos de alguém ao nosso lado, um amigo, um companheiro. Por isso sempre buscamos amizades, namoramos, casamos e assim, o relacionamento com pessoas torna-se imprescindível e indispensável.

Tem aqueles amigos de época: que fizeram parte de nossas vidas em um determinado tempo, na infância, no colégio ou faculdade; Tem os superficiais: aqueles que não são tão chegados da gente, mas mesmo assim são especiais; Tem as amizades passageiras: são aquelas pessoas que entram em nossas vidas e por alguma circunstancia acabam saindo, todavia suas lembranças ficam; Tem as amizades virtuais: que conhecemos nas redes de relacionamentos que existem por ai e na medida do possível a cultivamos, umas  tornam-se mais fortes e verdadeiras outras nem tanto, contudo são importantes para quem gosta; Tem também as amizades profundas: que independente do tempo que participaram ou participam de nossas vidas, ficam marcadas lá no íntimo de nosso coração; E por ultimo tem as amizades duradouras: que nem mesmo o tempo, nem a distancia e nada pode apagar, atrapalhar muito menos separar. Essa amizade é fantástica assim como a de Jônatas e Davi: suas almas se ligaram e a amizade deles tornou-se exemplo de fidelidade e companheirismo.

É importante salientar que constantemente nós influenciamos e somos influenciados, entretanto, quais tipos de influencias adquirimos? Qual influencia transmitimos? Você influencia mais do que é influenciado? Saber fazer amizades é necessário e muito bom, por isso o salmista fala dos seus companheiros. O texto diz: 

1. “Sou companheiro...”. A palavra "Companheiro" significa: "Comer pão com...". Ter intimidade, comunhão com alguém. São pessoas íntimas. “Sou”: do Hebraico, raber "Apegar". São pessoas a quem se apega, temos pessoas a quem nos apegamos facilmente outras não. Quem são os amigos a buscar?

2. “... de todos os que te temem ...”.  "Reverenciam". Não é o medo, mas o temor respeitoso, reverencia a Deus. O Salmo 1.1 mostra quem não teme ao Senhor. Provérbios 1.7 “O temor do Senhor é o princípio do conhecimento, mas os insensatos desprezam a sabedoria e a disciplina”. Não devemos procurar amigos insensatos, mas aqueles que acrescentem positivamente a nossas vidas. Os que temem ao Senhor são boas amizades.  

3. “... e dos que guardam teus preceitos” "Guardam". Do Hebraico. shamrah, "vigiar", ligado à pálpebra, estar de olhos bem abertos, aquele que não fecha o olho. Do Hebraico fiqudin, temos a palavra traduzida por "Preceitos", ou seja, "ordens". Aqueles que pautam suas vidas pela Palavra de DEUS. Há um alerta do apóstolo Paulo: “Não se deixem enganar: "as más companhias corrompem os bons costumes" (1 Coríntios 15.33).

Concluindo: Há boas e más companhias. Vocês vão escolher as suas.  Você pode ser e ter uma boa companhia. O bom companheiro é aquele que pauta sua vida pela Bíblia. Essa é uma lição para todos: Cuidado com más companhias. Coma pão com a pessoa certa, o temente a Deus e não os escarnecedores. Apegue-se a pessoas de valores e princípios que reflitam os preceitos de Deus.

No amor de Cristo,

Pr Paulo Berberth

Um comentário:

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth