quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Moisés: Intercede pelo povo de Deus I


 Mensagem do dia 17/08/2011 (quarta-feira) 
Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão

Série: Orações na Bíblia-03 – Texto Base: Êxodo 32.1-35

Introdução
  • É pecado não orar pelas pessoas?

Sim! É pecado! Você sabia que, para Samuel, era pecado contra Deus não orar (não interceder) pelo povo? Veja o que ele disse em 1Samuel 12.23: “Quanto a mim, longe de mim pecar contra o SENHOR, deixando de orar (interceder) por vós; antes, eu vos ensinarei o caminho bom e direito”.

A intercessão e o ensino profético estavam entranhados no mesmo ministério daquele homem de Deus e sua omissão o levava à consciência de que era pecado não cumprir seu papel de sacerdote e orar pelo povo.

A Palavra de Deus nos ensina que a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças são coisas boas e aceitáveis diante de Deus, nosso Salvador, vamos ler 1Timóteo 2.1-3: 1 Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens,  2 em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranqüila e mansa, com toda piedade e respeito.  3 Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador”.

Este próximo estudo nos desafiará a cumprir este ministério de intercessão, na inspiração do exemplo de Moisés, que num momento crucial, quando Deus se irou contra Israel querendo destruí-lo por causa da corrupção desenfreada e idolatria, orou pelo povo. Vamos ver então 3 tópicos dessa história de intercessão pelo para melhor compreensão.


I – MOISÉS INTERCEDE COM AMOR

 11 Porém Moisés suplicou ao SENHOR, seu Deus, e disse: Por que se acende, SENHOR, a tua ira contra o teu povo, que tiraste da terra do Egito com grande fortaleza e poderosa mão?  12 Por que hão de dizer os egípcios: Com maus intentos os tirou, para matá-los nos montes e para consumi-los da face da terra? Torna-te do furor da tua ira e arrepende-te deste mal contra o teu povo.  13 Lembra-te de Abraão, de Isaque e de Israel, teus servos, aos quais por ti mesmo tens jurado e lhes disseste: Multiplicarei a vossa descendência como as estrelas do céu, e toda esta terra de que tenho falado, dá-la-ei à vossa descendência, para que a possuam por herança eternamente. 14 Então, se arrependeu o SENHOR do mal que dissera havia de fazer ao povo” (Êxodo 32.11-14)

O amor é a virtude por excelência no nosso relacionamento com Deus e com o próximo. Na prática, isso quer dizer que, na intercessão, a mente e o coração do crente devem ter o mesmo sentimento de Moisés quando orou pelo povo e a mesma compaixão de Jesus pelas multidões (Mt 9.36-38). O amor de quem intercede deve, também, dirigir-se a Deus, sabendo que Seu propósito amoroso é salvar e não destruir o homem, por mais rebelde que este seja.

Vejamos o contexto de nosso texto: “O povo pede um deus e eles fazem um bezerro de ouro e Deus se ira por isso” (Êx 32.9-10). O povo de Israel não era fácil de ser amado pelo líder. Foram uma fonte de tensões e preocupações sem fim para Moisés. Ele fora primeiro a aguentar sua inconstância, suas reclamações e sentir o golpe da sua ingratidão e a se preocupar com suas infindáveis brigas. Em Êx 32.9-10, o Senhor oferece a Moisés a oportunidade de se ver livre daquele povo e tornar-se ele mesmo uma grande nação. Mas ele preferiu interceder pelo povo (v.11).

Amor para com o povo de Deus (Ex. 32.11, 31-33)
Só podemos orar uns pelos outros, o que é dever cristão, se nos amarmos como Jesus nos ama (Jo 13.34; 17.9, 20). Moisés amou profundamente este povo a ponto de suplicar “Perdoa-lhes o pecado, ou, se não, risca-me, peço-te, do livro que escreveste” (Êx. 32.32).

Lembrei do apóstolo Paulo que demonstrou o mesmo sentimento para com seus compatriotas judeus quando disse: “... tenho grande tristeza e incessante dor no coração;  porque eu mesmo desejaria ser anátema, separado de Cristo, por amor de meus irmãos, meus compatriotas, segundo a carne” (Rm 9.2-3). E ainda disse: Irmãos, a boa vontade do meu coração e a minha súplica a Deus a favor deles são para que sejam salvos” (Rm 10.1). Que abnegação!

  • Diante de todos os problemas com o povo de Deus e pelo povo do Senhor, o amamos pela súplica e intercessão a seu favor?
  • Ainda que fossemos tirados do livro de Deus, desejamos a salvação dos perdidos e nos sacrificamos para isso?

Prepare-se para os próximos estudos,
II – MOISÉS INTERCEDE COM VERDADE
III – MOISÉS INTERCEDE COM VISÃO

No amor de Cristo,

Pr Paulo Berberth

4 comentários:

  1. Eaeee Paulinho? tudo bom? gostei muito do estudo, na verdade estou usando ele emprestado para um estudo que vou fazer, gostei muito e aprendi muito, espero que eu possa passar o mesmo que aprendi!Que o Senhor continue a abençoa-lo!!!abraços
    Ass: Willian Lindolfo da Silva.

    ResponderExcluir
  2. Pastor, nao consigo achar o segundo estudo: Moises intercede com verdade. E possivel o sr postar pra mim? Brigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segue o Link da série:
      Moisés: Intercede pelo povo de Deus I
      http://www.pauloberberth.com.br/2011/08/moises-intercede-pelo-povo-de-deus-i.html

      Moisés: Intercede pelo povo de Deus II
      http://www.pauloberberth.com.br/2011/08/moises-intercede-pelo-povo-de-deus-ii.html

      Moisés: Intercede pelo povo de Deus III
      http://www.pauloberberth.com.br/2011/09/moises-intercede-pelo-povo-de-deus-iii.html

      Excluir

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth