quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Dia dos Pais – Um Pai que Leva à Sério a Palavra de Deus



Mensagem do dia 14/08/2011 (Domingo/Noite) 
Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão

“Todavia , quero que saibais que Cristo é o cabeça de todo homem; o homem, o cabeça da mulher; e Deus, o cabeça de Cristo” (1 Coríntios 11.3).

Introdução
Dia dos pais! Uma data muito badalada e festejada pela mídia, mas somente para fins comerciais, neste mundo materialista. Eu particularmente não gosto muito desta data, exatamente porque me lembro de meu papai, que já faleceu, ai a saudade aperta e meu coração fica apertadinho, mas isso é normal.

Eu percebo que os homens têm vivido uma grande crise em toda sua esfera de ação: na família, no trabalho e na sociedade, sem falar das grandes aberrações morais. O que é feito daquele que deve ser o cabeça do lar (Ef 5.23), o sacerdote do lar, o representante de Deus na família?

A visão do homem bem sucedido nos dias de hoje é daquele que ganha dinheiro, o homem é valorizado por sua carreira, o cargo que ocupa, os bens que acumulou em sua jornada. O dinheiro dá prestígio! Assim o homem é lançado numa louca corrida, na qual a família, esposa e filhos, igreja e amigos, são deixados para segundo plano. Nesta atmosfera o amor não encontra ambiente para crescer, ele murcha e muitas vezes, ele acaba morrendo.

A isso, soma-se o trágico fato de que a independência das mulheres em todos os campos desvirtuou ao que Deus entende ser o melhor para a família. As mulheres assumiram em muitos lugares o papel dos homens, isso não é bom, claro que a mulher pode e deve se desenvolver profissionalmente, mas ainda sim, ela deve manter-se submissa ao marido. No entanto, os homens andam meio devagar hoje em dia, são por natureza acomodados. Haverá uma saída para essa situação? Sim! Por isso é importante refletirmos, neste dia, sobre a responsabilidade do pai na família, na igreja, no trabalho e na sociedade.

A imagem do “pai” é relativa, porque isso vai depender de quem a menciona, ou seja, a experiência pessoal faz a imagem da palavra pai. Há aqueles que têm o pai como um herói, outros como um vilão, ainda há aqueles que não tiveram pai e por isso não possuem esta figura em casa e na vida há um vazio. Pode ter um misto de sentimentos, amor, ódio, carinho, mágoas etc.

Mas qual é a responsabilidade de pai conforme o nosso texto base? (1 Co 11.3).

Temos um Pai Celestial.  Se nós quisermos refletir sobre a palavra "pai", importa levantar nossos olhos para o "Pai Celestial”. O apóstolo Paulo se refere a Deus assim: "Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdia e Deus de toda consolação" (2 Co 1.3).  Lutero comentou certa vez sobre sua exposição do Pai Nosso: "Por esta palavra, Deus quer nos atrair carinhosamente, para crermos que Ele é o nosso verdadeiro Pai e nós, os seus verdadeiros filhos, para que lhe roguemos sem temor, com toda a confiança, como filhos amados ao querido pai".

Aqui começa a verdadeira paternidade, "ser Cristo o cabeça de todo o homem". Ser submisso e obediente a Cristo, ter ELE no coração é o primeiro passo para o pai, depois ele será o sacerdote do lar. Portanto, ao pai, como o cabeça, cabe a responsabilidade de dirigir bem o seu lar.

1.     Ele é a cabeça do lar.
"Porque o marido é o cabeça da mulher" (Ef 5.23).
A expressão cabeça indica a responsabilidade de dirigir, de dar direção à família, de liderar. Sua primeira responsabilidade é guiar a família na comunhão com Deus, pois ele é o sacerdote do lar. Isto requer dele que tenha uma vida de comunhão com o Pai Celestial. Como ensinará se não viver? Ele precisa ser uma pessoa disposta a ouvir a Deus, sentir prazer com uma vida de leitura da Bíblia, deve ser um homem de oração. Quando o homem não assume seu papel, a mulher toma conta de uma tarefa que é dele e isso não pode acontecer.

  • “Pais”, vivam em comunhão com o Pai Celestial e então serão bem aventurados!

2.     Ao pai cabe exercer disciplina no lar, isto é, a tarefa de educar.
O salmista DAVI afirma: "Nunca me voltarei para a desonestidade. Detesto o que os homens maus fazem, não participarei disso” (Salmo 101.3)

Promessa de integridade de Davi. Hoje em dia vemos que se o pai não ensinar o que é correto, certos programas na TV, certos sites na internet que são porcarias, vão ensinar e os filhos vão se alimentar disso e não das coisas de Deus. O pai precisa ensinar os filhos como devem proceder e andar diante de Deus.

Deuteronômio 6.6-7 :6 Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração;  7 tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te”.  

Este texto é direcionado ao pai, para o homem. Ele deve Guiar sua família para interessar-se pelas coisas de Deus. Ele deve revestir à família com toda "a armadura de Deus, para estarem firmes contra as ciladas do diabo" (Ef 6.11). Mas, em nosso contexto, educar os filhos na disciplina de Deus tem sido difícil. As ciladas do inimigo são muitas e a desorientação é grande, por isso precisamos da sabedoria do alto para esta tarefa e se os pais não levarem a sério esta missão, seus filhos sofrerão. Afinal, Como flechas na mão do guerreiro (valente), assim são os filhos da mocidade” (Salmo 127.4). O arqueiro é o pai, a flecha o filho(a), se a flecha errar o alvo é culpa de quem? É do arqueiro!

  • “Pais”, ensinem, treinem, discipline seus filhos segundo a orientação divina.

  1. Ele provê o sustento para a família.
Além de preparar os filhos para terem uma vida Espiritual sadia e forte, cabe ao pai a tarefa de sustentar sua família com a ajuda da esposa, todavia, assumindo sua responsabilidade sem ter preguiça. Ele busca o melhor para sua família e não receia sacrifícios.

Mas cabe um alerta: Na luta pela manutenção da família surgem inúmeras tentações, tais como a ganância, a vaidade profissional e até mesmo um vício pelo trabalho. Sua família deve ser prioridade, cumpra seus compromissos de trabalho, mas não se esqueça que sua família precisa de um pai presente. Os bens materiais não substituem o AMOR, o CARINHO e a ATENÇÃO de um pai.

  •  “Pais”, se esforcem e dê o melhor para sua família, mas lembre-se que ela é prioridade.

4.     Ele deve vigiar e orar.
Como faremos isto? Mantendo íntima comunhão com o cabeça, que é Cristo. Pelo ler e ouvir de sua Palavra, para sermos fortalecidos na fé. E pela oração, para podermos desvendar as ciladas de Satanás, fugir das tentações e buscar ocupação sadia. Determinados a fazer com toda nossa família a vontade de Deus. A responsabilidade é grande. Lembre-se que você papai, terá de prestar contas a Deus por nossa família.

Entendo também que muitas vezes os pais se sentem fracos, desanimados, incapazes e diante dos problemas (afinal de contas eles não são robôs). Especialmente quando os filhos estão na adolescência. Nesta idade eles precisam de muito amor, paciência e ao mesmo tempo firmeza para admoestar, aconselhar e animar. Jesus prometeu estar ao nosso lado, para nos amparar e fortalecer na tarefa de sustentar, educar e guiar nossa família. Podemos recorrer a Ele em oração. Deus prometeu atender e nos guiar através do Espírito Santo.

Sim! O Espírito Santo quem conduz em toda a verdade, que consola, que ampara a fortalece. Ele nos orienta na condução do lar, na educação dos filhos. A ele podemos expor nossas ansiedades, nossos problemas, nossas dificuldades espirituais e materiais. Ele não nos abandonará. Ele há de nos amparar em momentos difíceis.  Nada educa melhor do que criar em nossa família o hábito de ler a palavra de Deus e orar, realizar o culto doméstico, eu sei que é difícil, mas também sei que é necessário, então lute!

  •  “Pais”, orem vigiem, intercedam por sua família, gaste tempo com Deus em oração.

Conclusão
Assim queremos celebrar o dia do pai, com louvor e gratidão, suplicando pela vida de cada um, pedindo que Deus os conceda sabedoria e entendimento para o cumprimento dos seus deveres como verdadeiros sacerdotes do lar, espelhando a face de nosso Pai celestial. E vocês filhos, Honre o seu pai porque isso agrada a Deus. Quanto a esposa, seja uma ajudadoura segundo o coração de Deus. Que ELE nos ajude, para que nossas famílias sejam firmadas na fé e ricas em obras do amor cristão, como sal e luz na sociedade, sejamos todos bênçãos nas vidas uns dos outros. Amém!

No amor de Cristo,

Pr Paulo Berberth

Um comentário:

  1. Paz do Senhor pastor Paulo

    Gostei do seu blog e me tornei seguidor dele. Eu gostaria que o irmão visitasse o meu blog também e se tornasse seguidor dele. O meu blog tem estudos bíblicos e notícias religiosas que saem na imprensa. O irmão vai gostar. Deus abençoe.

    Rafael Carlos
    fidelidadeajesus.blogspot.com

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth