domingo, 28 de agosto de 2011

As Bem-Aventuranças 01


AS BEM-AVENTURANÇAS 01:
“OS POBRES DE ESPÍRITO”
Mensagem do dia 28/08/2011 (Domingo/Noite) 
Igreja Batista Aeroporto de Campo Mourão

O conhecido sermão do monte (Mt 5.1- 7.29) é maravilhoso e tem ensinamentos fantásticos de nosso Mestre. Foi o primeiro sermão de Jesus aos discípulos. Iniciaremos hoje então uma série de mensagens baseada nas “Bem aventuranças”, vamos extrair preciosas lições.

®         MATEUS 5.1-3: “Vendo Jesus as multidões, subiu a um monte e assentou-se. Aproximaram-se dele os seus discípulos, e ele começou a ensiná-los dizendo: Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus”.  

INTRODUÇÃO
Antes de entrarmos em nosso texto propriamente dito é importante verificarmos o contexto em que Jesus inicia este sermão: 1. Jesus foi batizado (Mt 3.13-17); 2. Jesus foi tentado no deserto (Mt 4.1-11); 3. Então Jesus começou a pregar – “Arrependei-vos porque o reino dos céus chegou” (Mt 4.17); 4. Jesus chama seus primeiros discípulos (Mt 4.18-25).
E todas essas coisas eram uma preparação, Jesus estava ensinando o que iria acontecer com os discípulos, em breve viria perseguições e os discípulos deveriam estar preparados.

Então: v 1-2 “Vendo Jesus as multidões, subiu a um monte e assentou-se. Aproximaram-se dele os seus discípulos, e ele começou a ensiná-los”. 1. Jesus viu as multidões; 2. “Assentando-se” – Postura de mestre. Foi seu primeiro discurso. 3. Os discípulos se aproximaram Dele, era o momento de aprender; 4. Jesus começou a ensiná-los. Vamos analisar as expressões usadas por Jesus.

1.     BEM-AVENTURADOS
Maka,rioi Makárioi, no grego. Literalmente significa: “feliz”, “afortunado”, “ditoso”. É muito mais do que um estado de espírito momentâneo – Não está feliz, é feliz. Sentido mais amplo: é feliz e não depende de circunstâncias.

Bem-aventurado é aquele que mesmo quando tudo ao seu redor vai mal, ele está bem.  No Hebraico: ashrei. A palavra significa: Aquele que está “em marcha!”. Rumo à realização. O bem-aventurado não é alguém estático (não está parado), mas em caminho. É bem-aventurado não apenas por causa das bênçãos de Deus, mas também porque é alguém que trabalha, que luta, que faz sua parte.

A felicidade para Jesus é o oposto do pensamento mundano. A idéia para o mundo de felicidade é que ela será encontrada nas riquezas, nos prazeres, na abundancia material. Para Jesus, a verdade é exatamente o oposto. As bem-aventuranças apresentam a descrição que Jesus faz do caráter da fé verdadeira.

®    Neste sentido, você poderia dizer: Eu sou bem-aventurado?

2.     POBRES DE ESPÍRITO
“Pobres”, “humildes” de espírito. ptwco,j  ptochós: “o mendigo”, “o miserável”. Uma tradução literal seria: “bem-aventurado o mendigo”, ou “bem-aventurado o miserável”.

Cabe aqui uma observação: Misericórdia é a junção de duas palavras: 1. Miser que significa miséria. 2. Córdia que significa coração. Unindo-as: “miséria do coração”. Misericórdia é não receber a pena que merecemos. Jesus agiu com misericórdia, Ele viu a miséria em nosso coração. E Graça significa: favor, beneficio não merecido.

Portanto, “miserável” é aquele que carece de graça e misericórdia de Deus. Por se considerar miserável, o bem-aventurado diz: “Senhor, veja a miséria do meu coração e não imputes a pena que eu mereço. Preciso de sua Graça, do Teu favor não merecido”.

Ser mendigo é bem-aventurança? Sim! O “pobre” é o oposto da auto-suficiente. Jesus fala da profunda humildade daquele que reconhece sua total falência espiritual. Aqueles que reconhecem sua perdição e desesperança sem a Graça e sem misericórdia de Deus.

Mateus 9.12: “Jesus disse: Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes”.

Lucas 18.10-13: 10 Dois homens subiram ao templo com o propósito de orar: um, fariseu, e o outro, publicano. 11 O fariseu, posto em pé, orava de si para si mesmo, desta forma: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros, nem ainda como este publicano; 12 jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho. 13 O publicano, estando em pé, longe, não ousava nem ainda levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, pecador!”.

®    Você é um miserável? Nós somos miseráveis?

Aleluia! Glórias a Deus! Porque “Deles é o reino dos céus”. Jesus está ensinando que o reino é um presente gracioso àqueles que reconhecem sua pobreza espiritual e dependência total de Deus.

3.      O REINO DOS CÉUS
Eles esperavam o reino, mas eles esperavam por um reino literal, físico na terra. Esperavam um rei que viria para derrotar seus inimigos e implantaria finalmente seu reino ali. Jesus anunciou o reino, Mateus 4.17: Daí por diante, passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus”.

Jesus já é Rei. O domínio de Deus no mundo chegou. Jesus inaugura o seu reino, mas ao contrário do que eles pensavam é um reino espiritual. Deus começou a implantar seu reino no coração de todo aquele que Nele cresse. Ingressa neste reino todos os que confiam no Senhor, os que dependem Dele, os que se entregam completamente, todos os miseráveis, os pobres e os doentes. Jesus é rei em meu coração, pertenço ao seu reino. O súdito deve obedecer em tudo. Se não há obediência total.

®    Jesus é rei em sua vida?

CONCLUSÃO
O reino não vem por força nem por violência. Nem para os que merecem. Mas para os pobres. Os que confiam e os que dependem de Deus. A vida cristã não é mérito, muito menos Deus nos deve alguma coisa. A vida cristã é fé, é abandono, é confiança total no poder de Deus. O reino é constituído de gente assim. Exalte o nome de Jesus por pertencer a este reino. E se você ainda não faz parte, entregue-se à Jesus agora, não perca mais tempo. Este é o meu desejo.

No amor de Cristo,

Pr Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth