terça-feira, 22 de março de 2011

Medo do Novo

                                                                                                         
“De Davi: A ti, SENHOR, elevo a minha alma. Deus meu, pois em ti confio...” (Salmo 25.1-2a)

Galera, eu preciso confessar uma coisa: EU TENHO MEDO DO NOVO.  (risos). Bom... o motivo é bem simples e óbvio para quem já sabe, estou de mudança marcada! E para bem longe! Longe de minha família, amigos, igreja, todas as pessoas que eu amo profundamente. Contudo estou tremendamente feliz, pois terei o privilégio de servir como pastor em Campo Mourão PR. Acredito que este sentimento de medo não acontece apenas comigo, creio que todos nós temos medo, principalmente do que é novo, do que está por vir. Acomodamos-nos a viver como estamos e muito raramente queremos mudar algo.

Estive ontem a noite na WebRádio, participei do programa da JubaRádio e ouvi do Eraldo um comentário muito interessante a respeito de cumprir o IDE de Jesus dito pelo “CURUMIM” (um amigo em comum que participou do projeto Radical da CBB): “Corajoso não é aquele que aceita IR, este é o OBEDIENTE. O Corajoso mesmo é aquele que consegue dizer NÃO para Deus”.

Vou confessar outra coisa: Isso me deu ainda mais convicção da decisão que tomei e com toda certeza estou motivadíssimo a cumprir. Neste sentido quero ser obediente, muito mais que corajoso. Mas o nosso assunto é o “Medo”.  Há no medo ou com o medo, certas ambigüidades e um paradoxo que vale a pena refletirmos:

O medo produz insegurança, mas também dá coragem ao homem ou até mesmo o enche de covardia. O medo de certa forma gera um limite, porém ao superá-lo o homem pode tornar-se imprudente e inconseqüente, ao mesmo tempo em que este limite pode ser prejudicial para o homem, pois não viverá livremente, será escravo do medo, isso evitará que tome decisões importantes na vida por causa do medo ou por medo das possíveis conseqüências (possibilidades) que tais decisões podem gerar comprometendo o seu presente e futuro. Medo do sofrimento, da perda de prestígios ou até mesmo de uma mudança radical na própria vida, medo do que os outros vão pensar, falar ou julgar sobre a decisão tomada (vive em função dos outros), então por conta disso (e talvez outras razões) preferem não se arriscar e vivem a vida toda pensando como seria se tivesse tomado tal decisão?

Penso que: “Quem não arrisca, não saberá o que poderia ter acontecido. Não é mais seguro ou mais feliz aquele que nunca se arrisca ou que nunca toma decisões, mas é aquele que sempre as vive e aprende com elas de maneira sábia e prudente buscando sempre a orientação e direção de Deus”.

O medo jaz em nossa porta. Creio piamente que uma das principais funções do medo é fazer com que o ser humano se volte para Deus. É neste momento que podemos parar, refletir, avaliar o nosso sentimento elevar-nos ao Todo Poderoso e dizermos como Davi: A ti, SENHOR, elevo a minha alma. Deus meu, pois em ti confio”.

Portanto, nós sentiremos medo, mas eles não vão nos dominar exatamente porque sabemos em Quem podemos descansar, pois Deus tem cuidado de nós. Isso é o que tenho aprendido.

No amor de Cristo,

Paulo Berberth

4 comentários:

  1. Fica em Paz Pastor, Deus te mandou e Ele vai cuida de ti e de tudo o que for precioso pra você,
    Além de termos um Deus onipotente, temos um Pai Maravilhoso tbm e só ele sabe oq é melhor para todos nós. Que Deus abençoe sua vida grandemente e que voce possa ser a cada dia um instrumento nas mãos de Deus. Estarei orando por o senhor. Vai na paz e lembra que te guarda e te protege é o Senhor então descanse o seu coração. bjooos te amo em Cristo
    ah, quero deixar uma palavra... Ge 28:15

    Paz.!

    ResponderExcluir
  2. Pastor,

    Sabe que também possuo muito medo de desafios. Porém, temos um auxílio incrivel do nosso lado. O grande Deus q sempre irá nos ajudar.

    Fika em paz e Deus abençoe muito sua vida!

    Ouvi o senhor na rádio ontem. E um novo ministério será o seu desafio... Mas, tudo vai dar certo! No nome de Jesus...

    Toda sorte de bençãos pra ti!

    Abração!

    ResponderExcluir
  3. Paulinho, Graça e Paz.

    É com grande alegria que recebi a notícia de que você está indo embora.
    É óbvio que mistura um sentimento de alegria por entender que os planos de Deus são insondáveis, mas também com tristeza pelo fato de que a distância há de separar alguém do qual pude contar em algumas situações delicadas na minha carreira e você usado por Deus disse palavras que foram como "maças de ouro em salvas de prata",
    Mas, aprendo que difícil não é começar algo, mas SIM TERMINAR.
    Começar é algo da "massa" completar é SOMENTE com "os escolhidos".
    Não que Deus tenha filhos preferidos, mas Ele deposita algumas "fichas" em algumas pessoas (A distribuição dos talentos é um exemplo) e, espera que façamos render esse investimento mesmo que seja com esse "friozinho na barriga".

    Louvado seja Deus pela sua vida.

    "O SENHOR te abençoe e te guarde; O SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; O SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz." (Números 6.24-27)

    Um forte abraço em Cristo Jesus,

    Isac, Cléo e (Isaac ou Lara Vitória)

    ResponderExcluir
  4. Paulinho, que belas palavras.E ainda por cima voce é um gatinho! Quer casar comigo?

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth