sábado, 3 de abril de 2010

Futebol no Sabão


“Assim, aquele que pensa estar em pé, cuidado para que não caia” (1 Coríntios 10.12)

Hoje, fui numa cidade perto de onde moro, Santa Barbara D’Oeste. Convidado pelos jovens da Igreja Batista Vida Nova, de Nova Odessa, onde preguei semana passada. Igreja muito querida do meu amigo o Pr Luciano Peterlevitz. A igreja local de Santa Barbara D’Oeste organizou um divertido torneio de “futebol no sabão” entre igrejas. Foi muito legal, dei muitas risadas a ponto do meu maxilar ficar doendo, enfim... foi um dia muito gostoso. Como de costume eu fiquei pensando em escrever algo para a edificação dos leitores do meu blog. Pois bem, segue abaixo, espero que gostem...

O campo é inflável, sustentado por ar, é uma espécie de “pula pula” em formato de quadra, talvez o nome correto seria “quadra de futebol no sabão inflável”. O objetivo da brincadeira claro é fazer o gol. No entanto há algumas dificuldades. Tem o sabão, que faz escorregar muito. O próprio Campo, pois é totalmente instável, não é plano e com toda certeza uma das coisas mais difíceis é parar em pé nele. O que mais me chamou a atenção é que, em muitos momentos a pessoa podia se sentir seguro e com a convicção de que iria fazer o gol e quando menos esperava... BUMMMM!!! Ela caia, conseqüência, perdia a oportunidade de gol e só ouve as gargalhadas à sua volta.

Em nossa vida cristã também acontece o mesmo. Muitas vezes nos sentimos confiantes e seguros a ponto de olhar para a nossa própria capacidade de enfrentar os problemas, as dificuldades e tentações, quando menos percebemos BUMMMM!!! Caímos! Isso porque duvidamos de nossa capacidade de pecar. Isso porque confiamos mais em nós mesmos e em nossas forças e nos esquecemos que na verdade precisamos da Graça de Deus para que possamos nos manter em pé, seguros, firmes e constantes NA ROCHA.

Eu me lembrei na hora de Mateus 7.24-27:
24 Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; 25 e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha. 26 E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia; 27 e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína”.

Podemos aprender até mesmo através de uma brincadeira, como a do “futebol no sabão”, que estar com os pés num local inseguro, sem firmeza alguma, sem estabilidade, sem visão clara do alvo, sem a condição adequada para “fazer o gol” (acertar o alvo). É o mesmo que pedir para cair. É o mesmo que ser insensato. É o mesmo que brincar com a tentação. É o mesmo que ouvir a palavra de Deus e não atentar os ouvidos para ela. Por isso, “... aquele que pensa estar em pé, cuidado para que não caia”.

Oração:
“Senhor... peço-te que nos dê sabedoria, prudência para trilharmos bons caminhos. Que nossas vidas estejam firmadas em Ti, A ROCHA. Para que, quando as tribulações deste mundo nos assombrar, possamos permanecer em pé, firmes, em Ti Jesus, a nossa ROCHA. Amém!”

No amor de Cristo,

Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth