segunda-feira, 19 de abril de 2010

Caminhos no Deserto


"Eis que eu faço uma coisa nova, agora germinará, não a percebeis? Eu colocarei um caminho no deserto, e rios em lugar desolado" (Isaías 43.19)

"Vejam, estou fazendo uma coisa nova! Ela já está surgindo! Você não a reconhecem? Até no deserto vou abrir um caminho e riachos no ermo" (NVI)

Como nós atualmente dispomos de estradas pavimentadas e bem feitas (pelo menos uma ou outra é assim) perdemos a profundidade do significado deste texto. Andar no deserto sem conhecer um caminho pode ser sentença de morte, (digo e repito, pode ser!) Pois podemos andar em círculos sem percebermos e acabarmos morrendo sem chegar a lugar nenhum. Então tudo dependerá da forma que andamos e a direção que tomamos. Isso por que infelizmente em nossa limitada compreensão dos desígnios de Deus,  podemos nos perder nos desertos que Ele nos faz atravessar. Se não conhecermos o caminho mais seguro que passa pelo deserto, arriscamos colocar a nossa vida em perigo.

Muitos associam o deserto com castigo. Eu não. Estes, devido à peregrinação dos israelitas por 40 anos, devido à sua incredulidade. No entanto, devemos perceber que o deserto teve de ser atravessado antes disso de qualquer maneira. O castigo não foi o deserto, o "castigo" foi ter de esperar aquele tempo todo para tomar posse da promessa. A terra prometida. Portanto, o deserto era o desafio a ser vencido antes de alcançar o objetivo prometido. Aí você pergunta:

- Mas o que tem haver o povo de Israel e a peregrinação deles com a minha vida? Eu respondo:

- Tudo! Bom de fato a situação é outra, o deserto é outro, mas o Deus é o mesmo e o "castigo" é o mesmo, temos que esperar! Quero mudar a palavra castigo, para a VONTADE de Deus, ok? Pois não consigo ver Deus como um “Castigador”, um “Malfeitor” ou um “Carrasco”, o vejo como um Deus de Amor que nos quer bem e, diga-se de passagem, nos quer muito bem!

Enfim, continuando... Entre hoje e os seus alvos para este ano ou para os próximos anos, existe o deserto do tempo, do esforço, da disciplina, do trabalho, da longanimidade, da paciência, da oração incessante e, por que não, do choro e do clamor pelo mover de Deus. A grande realidade é que o deserto terá de ser atravessado, de qualquer maneira. Mas ele pode ser para você apenas isso, um desafio a ser vencido. E assim o vejo mesmo. Não precisa se tornar um castigo. O que quero dizer com isso? Olha, não veja os teus sofrimentos, dificuldades ou tribulações, como um peso, mas como uma provação de amor permitida pelo nosso querido Deus, para o nosso próprio bem. Afinal de contas "para estarmos aprovados temos de ser provados".

Vejo os empecilhos como uma prova e não castigo. Vejo tudo o que estou vivendo, como oportunidade de crescimento e vejo que tudo é para o meu próprio bem, pois Deus me ama e deseja fazer mudanças e transformações necessárias em minha vida. 

A afirmação de Deus é que, se necessário for, Ele cria caminhos no deserto mesmo onde não tem. Vejo como uma porta fechada agora, mas que pode ser aberta depois!  Digo, pode não que será, mas se Deus quiser e se Ele achar que é o melhor ela será aberta.

Pois é... lembre-se: O desafio de passar pelo deserto é garantia de amor, de cuidado, de esperança e segurança, não de rapidez e conforto. No entanto, temos a garantia de que alcançaremos o objetivo – chegar ao outro lado – claro, isso não significa que quando chegarmos ao outro lado, tudo será como antes, com toda certeza não será. Porém o que importa é que chegaremos de uma forma ou de outra, cresceremos e nos tornaremos melhores ainda, porque nossa fé e vida serão aperfeiçoadas em Cristo e por ELE, nós amadureceremos para honra e Glória do seu Santo Nome, Jesus.

Oração:
"Senhor, ensina-nos a permanecermos confiantes na Tua direção crendo que o Senhor tem o melhor e nos ajude a passarmos pelo ‘Teu’ deserto de nossas vidas, pois cremos que chegaremos ao outro lado de uma forma ou outra, e com toda certeza, isso será bom para as nossas vidas. Em nome de Jesus. Amém”.

No amor de Cristo, Pr Paulo Berberth

4 comentários:

  1. Pastor,
    Muito bom, gosto da forma que escreve, como muito bem descreve as situações. Bem, já passei algumas vezes pelo deserto, te escrevo estando nele, posso dizer que não é uma experiência fácil, mais necessária. Acontece um quebrantamento total. Acredito que tudo isso será para o meu bem, algo Deus quer com isso, e Ele vai mostrar no tempo certo, por que como o Sr descreveu, para se chegar do outro lado, não será rápido, Deus tem um tempo necessário, e nunca jamais podemos perder a fé de que vamos sair dele. E que se possa haver compreensão de que será mesmo para nosso amadurecimento e crescimento em vida.

    Agradeço a Deus pelo presente de poder conhecer esse homem de Deus que é você Paulo :), não faz idéia de quanto o admiro, por deixar Deus te usar e te direcionar tão brilhantemente.

    ResponderExcluir
  2. Ola, achei otima a reflexão, muito clara e é uma situação vivida por todos. Acredito que, sem luta não a vitória. Seu texto deixou claro isto. A Paz!!!

    ResponderExcluir
  3. Sou miss.Eliete
    PR.Paulo amei a descrição sobre o deserto, é a maoir faculdade da vida lembrei-me que foi no deserto que Deus providenciou água para Agar, foi no deserto que o Senhor alimentou seu povo e quando água fluio da rocha guando o povo murmurou em Refidim a cada momento, agradecemos a Deus porque ele é Deus para fazer alem do que pensamos e imaginamos.Por issso q temos q ue glorificar nos momentos difícil.Que tenha sempre mensagens brilhantes para as vidas Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  4. DESERTO... Pra mim, que já passei por vários "desertos", tornou-se um lugar de crescimento, um lugar onde pude me achegar mais ao meu PAI, pude aproveitar ao máximo cada dia neste tão temido lugar (O deserto)... No deserto, sentimos calor escaldante de dia, frio em demasia à noite, sede, fome, mas sabemos que o Senhor cuida de nós... que Ele tem o controle de nossas vidas, e que até no deserto, Ele nos preserva!!! Aleluia!!! Lembrem-se: DESERTO é lugar de passagem, não de moradia!!! Estás em um deserto hoje? O Senhor tem livramento pra cada um de vcs!!!

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth