quarta-feira, 28 de outubro de 2009

“Sou todo ouvido”


“Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar...” tardio para se irar. Tiago 1.19


Diria que saber ouvir tem pelo menos dois sentidos: 1. Quando o que ouvimos é para nós, em forma de sugestão ou conselhos; 2. Quando ouvimos as pessoas compartilharem suas dores e alegrias conosco. Neste texto especificamente quero tratar este 2º sentido indicado. Quem nunca ouviu esta expressão: pode falar, “Sou todo ouvido”?

Uma profissão que cresceu demais nas últimas décadas foi a de psicólogo. Há uma grande necessidade de falar e poucos ouvidos para ouvir. A psicologia chama isso de “catarse”, ou seja, a pessoa coloca para fora o que está lá dentro do seu intimo. Então a pessoa senta no divã e começa a falar e o profissional a ouve por horas e assim vai.

Ouvir ao meu entender é um dom, porém creio que se tratando de cristãos, seja também uma junção dos frutos do Espírito Santo (Gl 5.22-23). Pois a pessoa que sabe ouvir sente pelo próximo: Amor, Paciência, Bondade, Empatia, Altruísmo, Abnegação...

Converso com muitas pessoas, por telefone, pessoalmente, pelo msn, pelo skype, por e-mails (neste recursos gosto de dizer que “sou todo olhos”).... Enfim, amo ouvir muito mais do que falar, apesar de falar bastante também. Ouvir é um prazer. Quando ouço, sinto-me privilegiado, pois se a pessoa desejou se abrir comigo é porque sou de confiança e de certa forma ela espera algo como resposta, não necessariamente em palavras, ou conselhos, mas simplesmente com a atenção prestada, o carinho, a companhia. Em casos de morte, por exemplo: Há pessoas que perdem a oportunidade de ficarem caladas, falam muitas besteiras tentando consolar os parentes do morto, porém o melhor e o mais sábio neste momento é apenas ouvir, ficar ao lado, dar atenção e carinho, quem sabe no máximo um abraço.

Outra expressão bastante usada é, “gasto tempo com isso, ou com aquilo”.

Penso que ouvir ao contrário de gastar tempo é na verdade INVESTIR seu tempo. Investir em pessoas é o melhor investimento de todos, poder ajudar alguém, poder ser útil para alguém é de fato incrível. Isso ao meu ver é Investir no Reino de Deus. Algumas pessoas conversam comigo e dizem: não quero lhe atrapalhar. Mas o que pode ser mais importante do que participar da vida de alguém? No entanto, preciso tanto me aprimorar nesta área.

E você sabe ouvir?

Oração:
“Senhor, me dê cada vez mais amor para saber ouvir e entender as pessoas, porque penso que isso nos dias de hoje é muito essencial. Quero aprender a me alegrar com os que se alegram e chorar com os que choram. Dá-me sabedoria para isto. Em nome de Jesus! Amém”.

No amor de Cristo,

Paulo Berberth

5 comentários:

  1. Como não postar um comentário depois desse texto tão MARAVILHOSO??
    Como precisamos ouvir mais as pessoas...Ouvi-las para que desabafem, ouvi-las para aprender com elas, ouvi-las pra compartilhar suas alegrias, tristezas, frustrações...
    E como vemos claramente isso na tua vida, Pr. Paulo...Vejo que tu se parece muito com nosso Mestre por excelência, conforme já disse a ti, vejo em vc a mesma compaixão que Ele tinha pela multidão...Isso hoje é raríssimo!!!Portanto, tu é uma raridade!! Convivo muito com pessoas ricas, que são extremamente egocêntricas, só pensam em si e no que é seu...o outro é apenas um "detalhe"...Enfim...que o Senhor nos ajude a escutar mais, inclusive ao Espírito Santo.
    Com carinho, Liliam

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhhhhh, eu quem o diga heim Paulinho hauhaua...
    vc gosta e sabe ouvir com certeza....

    "não quero lhe atrapalhar"(acho que te falei isos ontem neh akkakakaka)...

    Que Deus continue abençoando sua vida ricamente..

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom esse texto, serve de alerta a todos os tagarelas.

    ResponderExcluir
  5. Amei!!! Deus te abençoe mais e mais Pr. Quero tambem ter essa virtude.

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth