quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Quem sou eu?

“É necessário que ELE cresça e eu diminua” João 3.30


A resposta de João Batista foi realmente incrível. Jesus estava na terra da Judéia e ali batizava (v.22). Surgiu uma discussão entre os discípulos de João e alguns judeus (v.25). E foram até João e disseram-lhe: “Mestre, aquele homem que estava contigo no outro lado do Jordão, do qual testemunhaste, está batizando, e todos estão se dirigindo a ele” (v.26). Leia a resposta completa de João Batista:

João 3.27-30: 27 Respondeu João: O homem não pode receber coisa alguma se do céu não lhe for dada. 28 Vós mesmos sois testemunhas de que vos disse: eu não sou o Cristo, mas fui enviado como seu precursor. (aquele que veio adiante dele) 29 O que tem a noiva é o noivo; o amigo do noivo que está presente e o ouve muito se alegra por causa da voz do noivo. Pois esta alegria já se cumpriu em mim. 30 Convém que ele cresça e que eu diminua”.

A Versão Linguagem de Hoje traduziu o versículo 30 assim: “ELE tem de ficar cada vez mais importante, e eu, menos importante”.

João Batista sabia quem era, como deveria se portar e onde se colocar e principalmente quem deveria receber os holofotes. Em nossas igrejas podem acontecer de surgir os famosos “estrelinhas”. Estrelinhas são aqueles que chamam para si as honras e as glórias que deveriam ser direcionadas apenas a JESUS CRISTO. O que podemos aprender com isso então?

João Batista demonstrou quem era, v. 28: “... eu não sou o Cristo, mas fui enviado como seu precursor”. E ele explica: “A noiva pertence ao noivo. Eu sou amigo do noivo e não o noivo, e fico feliz em ser apenas o amigo do noivo” (parafraseando o versículo 29).

Agora me diga, João Batista teve toda a “oportunidade” de tirar proveito de sua “fama”, afinal como ele mesmo disse em João 1.23: “Eu sou a voz do que clama no deserto”. Ele foi o cumprimento da profecia de Isaías 40.3. Por que ele não agiu assim? Porque ele era humilde e sabia qual era a sua real missão.

E você? Sabe quem você é? Sabe onde deve estar? Como deve se portar?

Não queira ser quem você não é. Mas se esforce para ser quem Deus quer que você seja. Receber elogios é algo complicado para o nosso ego. Vamos ser realistas e verdadeiros: Tudo que fazemos de certa forma nós queremos que as pessoas vejam e reconheçam o nosso talento e dom e os resultados do nosso trabalho e o nosso foco é que as pessoas saiam edificadas com aquilo que fazemos.

Porém é importante nos lembrar de quem nós somos e quem é que faz o Crescimento da obra, 1 Coríntios 3.6-7:  6 Eu plantei, Apolo regou; mas o crescimento veio de Deus.  7 De modo que nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento”.

Somos apenas instrumentos, então que possamos ter a mesma atitude que João Batista teve...



“É necessário que
ELE Cresça
e eu diminua
Oração:
“Senhor, sabemos que tudo o que fazemos deve ser feito para Honra e Glória do Teu Santo Nome, nos ajude a ser como João batista foi e que possamos colocar sempre os holofotes naquele que realmente é digno de toda Honra e TODA Glória, que é o Senhor JESUS CRISTO. Em nome Dele que oramos. Amém!”

No amor de Cristo,

Paulo Berberth


2 comentários:

  1. Realmente vivemos dias difíceis, onde a "briga de ego" tem estado cada vez mais visível até mesmo no meio do povo de Deus. Onde pessoas lavadas e remidas pelo sangue de Jesus têm almejado serem "reconhecidas"...É lamentável isso...Mas tem sido real, infelizmente. Que nunca venhamos a esquecer que tudo vem DELE, e é para ELE...Se conseguimos algo, vem DELE! Se temos talentos, vem DELE! Os dons espirituais, vêm DELE!
    "Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." (Romanos 11 : 36)

    ResponderExcluir
  2. ...tenho que diminuir.. e que ele crezca! amén..

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth