sexta-feira, 5 de junho de 2009

Cuidado mesmo na Ingratidão



“Como a águia ensina os filhotes voar e com as asas estendidas os pega quando estão caindo, assim o Deus Eterno cuida do seu povo”. (Deuteronômio 32.11) NTLH.


Nas aulas de Homilética 2, com o Pr Manuel, tivemos como tarefa preparar um sermão e pregá-lo em sala de aula sob a avaliação dele e dos alunos. Ontem quinta-feira, foi a vez da Leila, e ela pregou neste texto de Deuteronômio 32 e falou muito ao meu coração por isso decidi escrever. Li o capítulo todo assim que cheguei em casa e pude tirar valiosas lições.

Percebemos que repetidas vezes a Bíblia usa a natureza a fim de ensinar lições práticas e ilustrar certas verdades. Por exemplo, em Provérbios 6.6-8, temos o exemplo da formiga e com este pequeno animal, aprendemos um pouco a respeito de motivação, trabalho árduo e planejamento. Jesus também usava essa linguagem, no evangelho de Mateus, ele fala sobre os lírios do campo e os pássaros do ar, para descrever como Deus toma conta e provê sustento para os Seus filhos (Mt 6.25-30; 10.29-31).

A metáfora da águia é importantíssima, refere-se aos cuidados paternais de Deus, que se mostra sábio, amoroso e misericordioso com seu povo. Mas fazendo uma análise do capítulo podemos perceber: Um povo Ingrato v.6; que se esqueceu rapidamente dos cuidados do Senhor v.7 e 10; que abandonou a Deus v.15 e 18; serviram sacrifícios para deuses estranhos v.17; percebemos que Deus permite o povo passar por problemas e sofrimentos aplacando a sua justiça v. 19-38; para que o Povo pudesse reconhecer quem Ele é, que Ele é o verdadeiro e único Deus v.39; e Moisés no vers. 46 exorta o povo à observância da lei. E o versículo 11 diz: “Como a águia ensina os filhotes voar e com as asas estendidas os pega quando estão caindo, assim o Deus Eterno cuida do seu povo”


Umas das coisas mais lindas de Deus (a meu ver) é a liberdade que Ele nos dá. Fazemos escolhas a todo tempo. Ao fazermos escolhas, boa parte delas serão precoces, errôneas, outras desastrosas, outras nem tanto assim, mas também terão aquelas em que acertaremos o alvo. Deus faz como a águia. Seu filhote tem o tempo certo para o primeiro vôo, e no seu primeiro vôo ela está lá ao lado dele, cuidando, ajudando, instruindo, ensinado a voar e se acontecer algum acidente de percurso ela está lá para ampará-lo.

Moisés quis mostrar para o Povo tudo o que Deus fez, “Lembra-te dos dias da antiguidade, olha a passagem dos anos, geração por geração. Pergunte a teu pai, e ele informará; Pergunte aos anciãos, e eles te dirão” (v.7).


Olhe para trás, veja e reconheça, o que Deus já fez? Agora é hora de agradecer, louvar ao Senhor, Bendizer o seu Santo Nome não apenas pelas coisas que Ele nos faz, fez e continuará fazendo, mas principalmente por Quem ELE é e representa para nós. Não sejamos ingratos em meio a um Cuidado inquestionável da parte de Deus por nossas vidas.

Oração:
“Senhor, peço que me ajude a olhar para a minha vida e perceber sempre o Teu cuidado por mim, e olha que assim como o teu povo no passado, eu também abandonei ao Senhor para fazer as minhas próprias vontades, puxa que tristeza por isso, me perdoe Senhor. E Que alegria sinto em saber que o Senhor é Deus e se preocupa comigo de uma forma maravilhosa. Agradeço por tudo que tens feito e por aprender que preciso constantemente de Ti. Amém!”


No amor de Cristo,

Paulo Berberth

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, deixe seu comentário!
No Amor de Cristo,
Pr Paulo Berberth